Certificadas pelo CMDCA, entidades fortalecem trabalhos sociais

Clóvis Neto

Nosso projeto vai ajudar as familias das crianças e adolescentes atendidos, disse Luciene da Costa Cunha, coordenadora de projetos da CRIPAM

Cinco instituições corumbaenses receberam nesta quarta-feira (14) os certificados dos projetos contemplados pelo Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA). Foram selecionados projetos com eixos voltados a Proteção Especial; Educação; Saúde; e Esporte, Cultura e Lazer. As entidades, cujos planos de ação foram certificadas, foram a Missão Salesiana Dom Bosco, Instituto Homem Pantaneiro (IHP), Acaia Pantanal, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) e Centro de Recuperação Padre Antônio Muller (Cripam), entidades que desenvolvem trabalhos relacionados ao segmento da infância e juventude.

“Os projetos selecionados nesse processo terão prazo de um ano para captação de recursos, podendo ser renovado por mais um ano, conforme e legislação municipal vigente”, explicou o presidente do CMDCA, Luciano Cruz Souza. “Estas cinco instituições tiveram projetos selecionados por meio de edital do FMDCA, que assegura às pessoas jurídicas ou físicas a destinar parte de seu imposto de renda devido a programas sociais de infância e juventude, conforme a Lei Federal 8.981/95”, complementou.

“Nosso projeto vai ajudar familiar das crianças e adolescentes atendidos pela Cripam. Ele funcionana orientação rá como uma escola para educar os genitores a serem país, a corresponderem as necessidades que seus filhos tem neste novo mundo”, comentou Luciene da Costa Cunha, coordenadora de projetos do Centro de Recuperação Padre Antônio Muller. Atualmente a entidade trabalha com 600 jovens.

Instalado na Serra do Amolar, o Acaia Pantanal beneficia 38 estudantes da escola Jatobazinho. “Temos a parceria da Prefeitura e da Fundação Bradesco. Com a certificação, podemos buscar outros órgãos para apoiar na formação destas crianças e jovens”, disse Heloísa Kavinski, coordenadora do projeto. Todos os alunos matriculados no Jatobazinho, que integra a região das Escolas das Águas, da Reme, estudam em sistema de internato.

A solenidade foi realizada no Hotel Nacional, com apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Executiva de Assistência Social, ligada às pasta da Secretaria de Ações Sociais. O assessor especial Lamartine de Figueiredo Costa representou o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira no evento.

Participação

De acordo com a legislação, só podem participar como doador (a) a pessoa física ou juridica que tiver algum valor a pagar ao fisco (contribuintes), com limite de 2% do valor devido para pessoa jurídica e até 6% do valor devido para pessoa física. A doação só pode ser destinada a instituição que estiver devidamente registrada junto aos órgãos Receita Federal e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Rodrigo Nascimento – Subsecretaria de Comunicação Institucional