Saúde Mental é debatido em conferência regional em Corumbá

Gilson de Carvalho
 

A conferência aborda o desenvolvimento de ações intersetoriais, com ênfase nos direitos humanos, assistência social, educação e outros

“Saúde Mental – Direito e compromisso de todos: Consolidar avanços e enfrentar desafios” é o tema da I Conferência Microrregional de Saúde Mental – Intersetorial de Corumbá e Ladário, que ocorre nesta terça-feira (20), como etapa preparatória para a realização da fase regional. O evento foi aberto pela manhã no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez, com a participação de representantes dos mais diferentes setores da sociedade, que estão promovendo um debate em torno do tema, diante do atual cenário da Reforma Psiquiátrica, que indica novos desafios para a melhoria do cuidado em saúde mental no País.

O evento é uma realização conjunta das Prefeituras de Corumbá e Ladário, com organização por conta da Secretaria Especial de Integração das Políticas Sociais, Secretaria Municipal de Ações Sociais e Secretaria-Executiva de Saúde Pública de Corumbá, e da Secretaria Municipal de Saúde de Ladário, além dos Conselhos Municipais de Saúde das duas cidades. A importância da conferência também está no fato de que irá contemplar o desenvolvimento de ações intersetoriais, com ênfase nos direitos humanos, assistência social, educação, cultura, justiça, trabalho, esporte, entre outros.

Durante todo o dia, autoridades ligadas à área da saúde e de outros segmentos estão debatendo três eixos temáticos: Saúde Mental e Políticas de Estado: pactuar caminhos intersetoriais; consolidação da Rede de Atenção Psicossocial e fortalecimento dos movimentos sociais, e direitos humanos e cidadania como desafio ético e intersetorial. Após a solenidade de abertura, equipes dos Centros de Atendimento Psicossocial de Corumbá fizeram apresentação dos serviços desenvolvidos no setor, que conta hoje com as unidades CAPS II José Fragelli e CAPS ad, e se prepara para implantar o CAPSi, específico para crianças e adolescentes, e o Ambulatório de Psiquiatria.

Ainda na parte da manhã, a primeira palestra abordou “Saúde Mental e Políticas de Estado: pactuar caminhos intersetoriais”, por conta de Jolize e Carminha, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). No período da tarde, a partir das 13 horas, estará em debate o tema “Consolidar a Rede de Atenção Psicossocial e fortalecendo os movimentos Sociais”, com a assistente social Ida Carla Sirangelos, e às 13h40, o último tema, “Direitos Humanos e Cidadania como desafio ético e Intersetorial”, com o juiz Anderson Royer.

Após as palestras, ocorre a formação dos grupos de trabalhos que definirão as propostas de Corumbá e Ladário para serem levadas à Conferência Estadual. A apresentação e votação das mesmas estão previstas para as 16h10, com a eleição dos delegados que representarão a região no evento.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional