Casa de Gabi será transformada em gabinete de leitura e museu

 Marcos Boaventura

  
Imóvel foi desapropriado e faz parte do patrimônio de Corumbá

A Prefeitura de Corumbá trabalha para transformar a casa do do pecuarista, advogado e historiador Gabriel Vandoni de Barros, em um gabinete de leitura, seguindo exemplo dos espaços dedicados aos grandes nomes da cultura e história do Brasil, como José de Alencar e Ruy Barbosa. O imóvel, localizado na Rua Cuiabá, 1.181, esquina com a Rua XV de Novembro. Foi construído na década de 1940 e encontra-se fechado desde a morte do Doutor Gabi em 1988. Em julho de 2007, no centenário do historiador, o prédio foi declarado de utilidade público pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), decreto nº. 309, visando sua desapropriação.

Hoje, o prédio já está integrado ao patrimônio da Prefeitura de Corumbá. As chaves foram entregues pelo médico e ex-vereador Luiz Alberto Pinto de Figueiredo, a uma comissão da Prefeitura, após uma visita ao local, dando início ao processo de levantamento das condições atuais da estrutura do imóvei, visando à restauração. Em conjunto, integrantes da comissão e herdeiros de Gabriel Vandoni de Barros, estão fazendo levantamento, catalogando todo o acervo deixado por Doutor Gabi, que será repassado à prefeitura a título de comodato, com vista à implantação do Museu Dona Neta, uma homenagem a Augusta Gomes da Silva Barros, esposa e grande companheira do historiador em todas as ações culturais e sociais na cidade.

No interior do prédio, seus amplos aposentos ainda guardam acervos da família, como obras de arte, esculturas, livros, anotações e móveis. Tudo fará parte do Museu Dona Neta. O local será transformado em um memorial da cultura corumbaense. A iniciativa segue orientação do prefeito Ruiter, que manifestou desejo de manter viva a imagem de uma pessoa que, em vida, realizou importante trabalho em defesa da inclusão social, cultural e educacional.

A intenção do prefeito Ruiter é tornar o imóvel uma referência cultural de Corumbá, dotado de espaços para todas as atividades ligadas à arte literária, inclusive com a instalação da Academia Corumbaense de Letras. O projeto está sendo desenvolvido pela Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, ligada à Secretaria de Gestão Governamental, enquanto a Secretaria de Desenvolvimento Integrado será responsável pela restauração da estrutura física do prédio.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional