Ruiter agradece dirigentes da Fetems por Conferência Estadual

Marcos Boaventura
 

“Defendo que a educação se faça portadora dos valores que preparam a pessoa para a vida em democracia”, ressaltou o prefeito

Ao participar da abertura da 5ª Conferência Estadual da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação do Mato Grosso do Sul), na noite desta quinta-feira (18), o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) agradeceu os dirigentes da entidade pela escolha de Corumbá para sediar o evento. Considerando a iniciativa de suma importância para a população local, ele também elogiou a escolha dos palestrantes. “Isso demonstra que os trabalhadores em educação do Estado estão na vanguarda do debate sobre as questões mais importantes para a área. Não tenho dúvida que as conclusões serão de grande utilidade para os gestores públicos e para a sociedade”, afirmou.

“Defendo que a educação se faça portadora dos valores que preparam a pessoa para a vida em uma sociedade democrática, e acredito que a democratização da gestão da educação constitui-se em uma ferramenta essencial para uma escola mais humana, menos autoritária, mais afetiva e efetiva”, observou o prefeito. O secretário executivo de Educação, Hélio de Lima, defendeu a realização de tais eventos para a qualificação dos profissionais e acrescentou: “Temos o compromisso de não permitir a desertificação da alma de nossos alunos. Portanto, nosso objetivo é possibilitar que todos eles tenham direito a uma educação capaz de promover mudanças significativas em suas vidas”.

Segundo o presidente da Fetems, Jaime Teixeira, cerca de 600 delegados dos 70 municípios de Mato Grosso do Sul que possuem Sindicatos Municipais dos Trabalhadores em Educação (Simted) participam da 5ª Conferência Estadual, cujo tema é “Valorização Profissional no Contexto do Sistema Nacional Articulado de Educação”. “Esse é um espaço importante para o trabalhador que está na base tenha conhecimento das principais bandeiras que vão nortear nossa carreira nos próximos anos”, comentou.

Uma das principais reivindicações da categoria é a implantação do piso salarial nacional no valor de R$ 1.312 por 40 horas/aula, inclusive para os professores com magistério. Em Corumbá, o piso é de R$ 1 mil para 20 horas/aula para os profissionais graduados. Com a regência de 16,25%, os educadores recebem vencimento bruto de R$ 1.162,50. Quem possuiu pós-graduação, tem piso de R$ 1.250 que, somado aos 16,25% de regência, vai para R$ 1.453,12.

Rodrigo Nascimento – Subsecretaria de Comunicação Institucional