Prefeitura combate a dengue em imóveis fechados de Corumbá

Marcos Boaventura
 

Paralelamente à ação, fiscais da Vigilância Sanitária estão notificando os proprietários, em caso de identificação de focos de dengue

Equipes da Prefeitura de Corumbá estão vistoriando todos os imóveis fechados na região central da cidade para combater e eliminar focos de dengue. Os trabalhos fazem parte da ação integrada de combate à doença, iniciada em janeiro deste ano, e estão sendo realizados por agentes de endemias, com apoio de profissionais da Vigilância Sanitária e de um chaveiro, responsável pela abertura dos prédios. A chefe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Grace Bastos, explicou que a iniciativa se concentra, neste primeiro momento, na região central devido à alta incidência de infestação predial do mosquito Aedes aegypti.

Ela informou que, no início dos trabalhos, ocorrido na manhã desta terça-feira (2), já foram detectados focos da doença. “Estamos fazendo levantamento do índice de infestação, tratando e eliminando focos da doença”, disse. Ao mesmo tempo, fiscais da Vigilância Sanitária estão notificando os proprietários ou responsáveis pelos imóveis, em caso de identificação de focos de dengue.

Investigação

Uma equipe da Secretaria Executiva de Saúde Pública está em uma fazenda da região, próxima à estrada que dá acesso ao Forte Coimbra, investigando focos do mosquito Aedes aegypti. Na semana passada, um trabalhador rural faleceu em Corumbá e o resultado do exame realizado pelo laboratório do CCZ apontou a dengue como causa do óbito.

“Vamos fazer um levantamento completo na região, inclusive com identificação de possíveis focos do mosquito, além de coletar material para exames, caso alguma pessoa da região esteja com os sintomas da doença”, explicou a gerente de Vigilância em Saúde, Viviane Ametlla, que comanda a ação.

A equipe deixou Corumbá nas primeiras horas desta terça-feira e os trabalhos serão realizados durante o decorrer do dia. Viviane explicou que, além de combater a dengue, os profissionais da Saúde aproveitarão para desenvolver outras ações, como vacinação. “Estamos levando vacinas para atender os moradores da fazenda, visando à atualização da carteira de vacinação”, completou.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional