Corumbá tem 475 vagas para o Projovem Adolescente de 2010

Corumbá está sendo contemplada com 475 novas vagas para o Projovem Adolescente, serviço sócio-educativo coordenado pelo Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). O órgão está disponibilizando, a partir desta quinta-feira (1º), cerca de 370 mil novas vagas distribuídas por 2.511 municípios brasileiros, dos quais 1.074 ainda não executam o serviço. O programa atende jovens na faixa etária de 15 a 17 anos e já é executado pela Prefeitura de Corumbá nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), por meio da Secretaria Executiva de Assistência Social, ligada à Secretaria de Ações Sociais, em parceria com o MDS.

O município foi selecionado por atender critérios estabelecidos pelo Governo Federal, entre os quais está o fato de possuir Centros de Referência de Assistência Social. Atualmente, funcionam em Corumbá o CRAS I, no Centro América; o CRAS II, na Nova Corumbá; o CRAS Central, com sede no prédio da própria Secretaria Executiva de Assistência Social; e uma quarta unidade, no Distrito de Albuquerque, que atende também os assentamentos Mato Grande e São Gabriel. Além disso, com recursos próprios, a prefeitura está implantando outras duas unidades do CRAS para atender os moradores dos bairros Cervejaria, Arthur Marinho, Dom Bosco e Generoso.

O programa

O MDS informa que o Termo de Adesão e Compromisso do Projovem Adolescente deve ser preenchido pelos gestores municipais até o dia 31 de maio deste ano. O documento está disponível no endereço www.mds.gov.br/suas, sendo que o programa destina-se a rapazes e moças de 15 a 17 anos, integrantes de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família ou oriundos de outros programas sociais.

O programa oferece atividades que desenvolvam as potencialidades de seus participantes e que estimulem o convívio familiar e a participação cidadã. Tem a duração de 24 meses e é executado nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), parte deles co-financiada pelo ministério.

O valor mensal dos recursos repassados pelo órgão federal para os municípios é de R$ 1.256,25 para cada grupo de 25 jovens. Ou seja, municípios com 50 participantes receberão R$ 2.512,50 mensais. Neste novo período de adesão, que se inicia em 1º de abril, estão sendo disponibilizados 14.761 novos coletivos a 2.511 municípios brasileiros, estendendo o serviço sócio-educativo a mais de 370 mil jovens de 15 a 17 anos.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional