Vendedores lotam Miguel Gómez em sorteio dos pontos de venda

 Marcos Boaventura
  

A prefeitura está disponibilizando 90 barracas para a praça de alimentação do evento e mais 260 pontos para vendedores

Os candidatos a vendedores em barracas e ambulantes no Carnaval 2010 de Corumbá lotaram o auditório do Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez na manhã deste sábado (6), para o sorteio que definiu a distribuição das barracas e os pontos para os ambulantes. Todos eles inscreveram-se para o trabalho entre quinta (3) e sexta-feira (5) na Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, que coordena a organização do que é considerado o melhor carnaval de todo o Centro-Oeste brasileiro.

A Prefeitura Municipal está disponibilizando 90 barracas para a praça de alimentação do evento, que ocupará a Rua Sete de Setembro e a Travessa Arthur Mangabeira, abaixo da Avenida General Rondon, na Praça Generoso Ponce. Para os ambulantes, serão implantados 260 pontos nas ruas Frei Mariano e Major Gama e na General Rondon, ao longo do circuito do carnaval de rua. De acordo com o secretário executivo de Relações Institucionais e diretor-presidente da fundação, Carlos Porto, o sorteio ocorreu apenas para definir a localização de cada vendedor, já que todos os inscritos terão a oportunidade de trabalhar.

Na ocasião, Porto destacou a importância da festa para a economia do município e mesmo do Estado, pela geração de emprego e renda, movimentando todos os setores ligados à cultura e ao turismo na cidade, principalmente levando em conta a expectativa de a capital do Pantanal receber cerca de 25 mil turistas no período. Como exemplo, ele citou o levantamento realizado pela própria fundação, segundo o qual, do início do ano até o último dia do evento, quase 3 mil empregos diretos estão sendo gerados.

“O maior benefício do carnaval, no entanto, é o papel de chamariz para todo o calendário cultural de Corumbá, ajudando a difundir as atrações do nosso patrimônio histórico, os eventos que ocorrem ao longo de todo o ano e, principalmente, a grande riqueza ecológica do município: o Pantanal sul-mato-grossense”, salientou o secretário. Conforme ele, esta é uma das razões pelas quais a prefeitura investe tanto no evento e trabalha para que, “a cada ano, o carnaval seja ainda melhor, mais bonito e mais atrativo aos turistas”.

Gesiel Rocha – Subsecretaria de Comunicação Institucional