Ruiter define participação de Corumbá na Expo-MS Industrial

 Divulgação Fiems
  

 Ruiter, Sérgio Longen e Paulo Duarte durante reunião em Campo Grande

O prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira (PT), confirmou nesta segunda-feira (22), durante reunião no Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande, ao presidente da Fiems, Sérgio Longen, a participação da Prefeitura na Expo-MS Industrial 2010, que será realizada de 18 a 22 de maio no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, na Capital. “Nós sempre fomos parceiros do Sistema Fiems e pretendemos continuar com esse trabalho, por isso não poderíamos deixar de estar presente na feira da indústria do Estado”, disse.

Acompanhado pelo deputado estadual Paulo Duarte (PT), o prefeito de Corumbá ressaltou que a sua administração acredita na viabilidade da Expo-MS Industrial. “Trata-se de um espaço interessante e que nos permite divulgar a nossa cidade, principalmente os avanços na área industrial alcançados pelo município nos últimos anos”, declarou.

Para o presidente da Fiems, a presença da Prefeitura de Corumbá fecha o ciclo de participação dos municípios mais industrializados de Mato Grosso do Sul na Expo-MS Industrial. “Nós já tínhamos acertadas as presenças das prefeituras de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Rio Verde e agora recebemos a confirmação do prefeito Ruiter Cunha. A participação desses quatro municípios apenas reforçam a credibilidade do nosso evento, voltado exclusivamente para o fechamento de negócios e divulgação das potencialidades do Estado”, disse.

Lançamento oficial

Sérgio Longen lança nesta quinta-feira (25/02), a partir das 19 horas, no Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, a Expo-MS Industrial 2010. “É uma das melhores oportunidades para valorizar ainda mais os investimentos das empresas instaladas no Estado, agindo como um espaço inteiramente dedicado à realização de negócios, ao apoio de empresários e ao fortalecimento da atividade”, disse.

Ainda na cerimônia de lançamento, será disponibilizada uma maquete da feira para que as pessoas possam ter uma noção de como ficará o Centro de Convenções e Exposições durante a realização do evento. Com 182 estandes, incluindo CNI, Sesi, Senai, IEL, Sebrae, Fecomércio, Banco do Brasil e as prefeituras de Campo Grande, Corumbá, Dourados, Três Lagoas, e Rio Verde, a segunda edição da feira da indústria de Mato Grosso do Sul, que é realizada de dois em dois anos, terá inúmeras novidades

Uma delas é que a Expo-MS Industrial vai medir o carbono emitido na atmosfera em decorrência do evento para posterior neutralização do gás com o plantio de árvores. “Trata-se de uma experiência nova em eventos no Estado e que poderá estimular as próximas feiras sul-mato-grossenses a adotarem o carbono zero, ou seja, que os promotores também façam a neutralização do carbono”, destacou Sérgio Longen, explicando que o Projeto do Carbono Zero já faz parte da política de algumas empresas na busca pela neutralização da emissão de gases do efeito estufa.

No caso específico da feira da indústria, uma empresa será contratada pela Fiems para calcular a emissão de gás carbônico (CO2), levando em consideração o fluxo de pessoas presentes ao Albano Franco, energia elétrica consumida, quantidade de dias do evento, horários de funcionamento, veículos presentes à feira, entre outros. “Essa empresa apresentará um índice de emissão de CO2 da Expo-MS Industrial e a Fiems fará após o evento a compensação com o plantio de uma determinada quantidade de árvores em área a ser determinada posteriormente”, detalhou Bergson Amarilla, superintendente do IEL e coordenador da Feira.

Eventos paralelos

Também durante a Expo-MS Industrial serão realizados o 1º Fórum Internacional de Logística Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul)-Zicosul (Zona de Integração do Centro-Oeste da América do Sul) e o 3º Encontro Empresarial da Zicosul. Segundo Bergson Amarilla, será a primeira vez que o Encontro Empresarial da Zicosul será realizado em conjunto com uma feira de negócios. “Trata-se de uma ação inédita que será inaugurada pela Fiems durante a Expo-MS Industrial e depois reproduzida na Expocruz 2010, na Bolívia”, disse, referindo-se à feira promovida todos os anos em Santa Cruz de La Sierra.

Ele informa que o Fórum Internacional de Logística Codesul-Zicosul está programado para o dia 20 de maio, enquanto o Encontro Empresarial da Zicosul será no dia 21 de maio. O Fórum é a primeira ação prática do protocolo de intenções assinado em novembro do ano passado pelos governadores dos quatros Estados do Codesul – MS, SC, PR e RS – e pelo presidente da Zicosul, Juan Manuel Urtebey, para promover o desenvolvimento das províncias e Estados que integram as duas regiões econômicas.

“No evento, serão colocadas para os empresários e representantes governamentais quais são as oportunidades do setor logístico nas províncias da Zicosul e nos Estados do Codesul, tais como porto seco, rodovias, ferrovias, hidrovias e aerovias. Também serão discutidos assuntos específicos sobre o tema e as condições e projetos de desenvolvimento na parte de logística de transporte para essa região econômica”, explicou Bergson Amarilla.

Já o Encontro Empresarial da Zicosul vai discutir temas de interesse do setor para serem apresentados aos governadores das províncias e Estados que integram a região, tais como trâmites comerciais, facilitação de negócios, marcas e patentes que precisam do apoio governamental. “Nos próximos dias vamos construir a temática desses dois eventos que serão realizados durante a Expo-MS Industrial 2010”, acrescentou o coordenador da feira da indústria.

Serviço – Mais informações sobre a Expo-MS Industrial 2010 podem ser obtidas por meio do endereço eletrônico www.expoms2010.fiems.org.br

As informações são da assessoria da Fiems