Prefeitura projeta nova reforma do Pronto Socorro Municipal

 Marcos Boaventura

  
Reforma foi discutida durante visita ao Pronto Socorro.

O Pronto Socorro Municipal será reformado pela Prefeitura para garantir melhor atendimento à população. Na manhã de hoje, segunda-feira, o secretário Lamartine de Figueiredo Costa, de Ações Sociais, e a subsecretária Tânia Dantas, de Obras Pública, fizeram uma visita ao local para levantar a atual situação, visando uma intervenção imediata no prédio. As obras foram determinadas pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), para garantir um serviço de maior qualidade à comunidade corumbaense.

Esta será a segunda reforma no Pronto Socorro durante a administração do prefeito Ruiter Cunha. A primeira ocorreu no final de 2005 e início de 2006 e foi uma das primeiras providências tomadas pelo chefe do executivo municipal, no início da sua primeiro gestão.

“A orientação do prefeito é para que seja feita esta reforma, assegurando um atendimento mais humanizado, com mais conforto para a população, e que vai refletir também nos funcionários que terão maiores condições de trabalho”, afirmou Lamartine. Conforme o secretário, após o levantamento, o passo agora é elaborar um relatório, “o mais rápido possível”, para apresentar ao prefeito Ruiter Cunha e ao secretário executivo de Saúde, Lauther Serra.

“A Secretaria de Desenvolvimento Integrado está fazendo este levantamento, inclusive mantendo contatos com o diretor clínico e o administrador do Pronto Socorro, para elaborar o relatório e, se necessário, fazer adequações ao projeto já existente”, explicou.

Tânia Dantas informou que já há um projeto para reforma do Pronto Socorro e que todo levantamento que está sendo realizado agora, será importante para as intervenções no local. Mas, os serviços não se restringem apenas à obra física. Está sendo feito também um levantamento de materiais e equipamentos para propiciar atendimento de qualidade.

“Já estamos com um novo aparelho de Raio X para ser instalado no Pronto Socorro. Para isso, será preciso intervir na parte elétrica e hidráulica. Esta reforma será importante para isto também”, disse Lamartine.

Na vistoria ao Pronto Socorro, Lamartine e Tânia Dantas conversaram bastante com o diretor clínico do PS, Rogério Takaki Bento, e com o administrador Paulo César Aguiar Siqueira. Um dos assuntos debatidos foi justamente a execução da reforma sem paralisar o atendimento. Uma das alternativas discutidas foi utilizar o espaço do Ambulatório Municipal que, nos próximos dias, estará atendendo em novo endereço.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional