Georreferenciamento ajuda prefeitura a planejar Corumbá

Marcos Boaventura
 

Por meio de imagens de satélite, o sistema mostra as principais carências da população, ocupações de áreas e edificações irregulares

Em sua estrutura organizacional, a Prefeitura de Corumbá conta com uma ferramenta essencial para assegurar informações por meio de dados geográficos, mapeamento digital e outras ferramentas consideradas essenciais para o planejamento urbano da cidade. De acordo com o secretário de Gestão Governamental, Cássio Augusto da Costa Marques, já está em pleno funcionamento um moderno sistema tecnológico, dotado de informações georreferenciadas, que vai garantir dados seguros sobre a área urbana do município.

O sistema está sob responsabilidade da Gerência de Geoprocessamento, setor ligado à pasta comandada por Cássio Augusto, e é considerado pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) de extrema necessidade para a correção de distorções. Isso porque mostra, por meio de imagens de satélite, as principais carências da população, as ocupações de áreas e edificações irregulares, bem como informações relacionadas aos setores de saúde, educação, economia, infraestrutura, meio ambiente e, futuramente, rural.

“Não temos dúvidas de que o sistema será importantíssimo e que vai contribuir para que possamos planejar Corumbá. É uma ferramenta que permite enxergarmos a cidade de uma forma real, como ela é, e a cidade legal, como deve ser, de forma planejada, dotada de todos os equipamentos necessários para atender a população”, explicou Cássio.

Conforme o secretário, trata-se também de uma ferramenta imprescindível para a tomada de decisões por parte da Administração municipal, servindo de apoio para o planejamento, execução e avaliação de políticas públicas, por meio da combinação de dados e informações possibilitadas por meio de imagens de satélite da área urbana.

Responsável pelo sistema, o gerente de Geoprocessamento, engenheiro Renato Eboli, afirma que, para se chegar à condição atual, o trabalho foi intenso. “Ao longo dos últimos anos, trabalhamos intensamente para chegarmos onde estamos hoje. Para se ter uma ideia, com o georreferenciamento, teremos condições de disponibilizar informações importantes sobre as principais necessidades da população, como centros de saúde, escolas, drenagem, asfalto e outras benfeitorias”, explicou.

Isto será possível, conforme o gerente, graças às imagens. Para explicar o sistema, ele mostrou imagens de uma região com grande densidade populacional. “A partir do georreferenciamento, saberemos se aquela localidade dispõe de centro de saúde, de escola ou qualquer outro serviço público necessário. É uma ferramenta que vai contribuir para a prefeitura planejar e executar obras importantes para a população”, observou. O sistema já está disponível atualmente via internet, no site da própria prefeitura (www.corumba.ms.gov.br).

Imóveis urbanos

O georreferenciamento será importante também para fornecer informações mais exatas sobre os imóveis urbanos. Hoje, a prefeitura conta com uma planta imobiliária de acordo com a legalidade dos imóveis, conforme a escritura. O sistema permite fazer uma comparação dessa planta com a imagem atual da área urbana, para corrigir distorções, visando à regularização imobiliária.

“O sistema fornece imagens em ótima resolução, atualizadas, que servirão para regularizarmos a planta imobiliária da cidade”, afirmou Eboli. Conforme ele, um dos próximos passos será o cadastramento de todos os alunos da Rede Municipal de Ensino para se saber a que distância moram aluno e professor da escola, “para que seja definido o programa de vale transporte por parte da Secretaria Executiva de Educação”, comentou.

Até mesmo linhas de ônibus serão possíveis serem planejadas pelo georreferenciamento, no sentido de atender melhor o usuário. Eboli informou, ainda, que a orientação agora é estender o sistema à zona rural. “Não tenho dúvida: o georreferenciamento é uma das maiores ferramentas que a prefeitura tem para planejar a cidade”, concluiu.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional