Corumbá recebe bateria da Mangueira para ensaio das escolas

   Marcos Boaventura
  

Palco do melhor carnaval do Centro-Oeste, a Avenida General Rondon será tomada pelo público na apresentação da bateria Surdo Um

Na noite deste domingo (7), os corumbaenses terão a oportunidade de apreciar o som da bateria Surdo Um, da mais popular escola de samba do Brasil, a Estação Primeira de Mangueira, do Rio de Janeiro-RJ. A apresentação vai tomar conta da Praça Generoso Ponce e de parte da Avenida General Rondon, a partir das 23 horas, logo após o ensaio geral das escolas de samba de Corumbá, quando as agremiações locais vão acertar os últimos detalhes antes do desfile oficial, que ocorrerá nos próximos dias 15 e 16. A Prefeitura Municipal promete que, até o dia do ensaio, praticamente toda a estrutura da passarela pantaneira do samba estará pronta.

No último dia 29, as oito escolas da cidade receberam da prefeitura 640 instrumentos e mais de 2,3 mil acessórios para o desfile deste ano, considerado o melhor de toda a região Centro-Oeste. A doação foi resultado de um investimento de R$ 110 mil na aquisição de surdos de marcação, malacachetas, caixas de guerra, tamborins, ganzás, ripiniques, baquetas e talabartes. Cada uma das agremiações recebeu 80 instrumentos, todos personalizados com a marca das escolas de samba. A Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco) assumiu a responsabilidade de manutenção e da orientação do uso após os desfiles.

“A iniciativa demonstra a preocupação do prefeito Ruiter (Cunha de Oliveira) em investir nas escolas, qualificando o carnaval da cidade e, consequentemente, agregando valor às comunidades locais”, destacou o secretário executivo de Relações Institucionais e diretor-presidente da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, Carlos Porto, durante a entrega dos instrumentos, no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez. Para ele, a qualidade que o carnaval corumbaense atingiu nos últimos anos é tão significativa que muitos deixam os grandes centros para vir brincar o carnaval na cidade que associa a folia à contemplação da natureza.

Gesiel Rocha – Subsecretaria de Comunicação Institucional