Começa o espetáculo; Acadêmicos abre o desfile em Corumbá

Gilson de Carvalho
 

A escola desce a avenida com oito alas, três carros alegóricos e 700 componentes, exaltando o espírito de luta feminino

“Oxum Senhora do Meu Destino”. Com este enredo o Grêmio Recreativo e Escola de Samba Acadêmicos do Pantanal abre a primeira noite de desfile das escolas de samba de Corumbá. A agremiação apresenta neste ano a beleza, a alegria e, principalmente, a sensualidade que a mulher brasileira possuiu. A proposta da escola é exaltar a garra e a força do público feminino com seu espírito de luta.

A Acadêmicos do Pantanal desce a avenida com oito alas, três carros alegóricos e 700 componentes. A comissão de frente “Reino de Xangô” mostra a dança que simboliza o amor por Xangô. A cor dourada predomina em todas as alas. O carro abre-alas, além do Tuiuiú, símbolo da Acadêmicos, mostra as águas da Senhora do Oxum. Virgínia é o destaque do carro.

Inspiração do carnavalesco Jessé, Oxum é a deusa das águas doces, conhecida por seu amor por tudo que é belo. A tradição conta que ela gosta de se enfeitar com as cores amarelo e dourado. Como mulher, ela viveu intensamente o papel de filha, amante e mãe. Dona de personalidade, Oxum representa vários atributos presentes nas mulheres como a fertilidade, a vaidade, a sensualidade, força, graça, amor, garra e riqueza.

A Acadêmicos do Pantanal foi fundada em 25 de julho de 2001. Jackelyny Pazzolyny é a presidente da escola. Jpycymari e Marcelo formam o casal de porta-bandeira e mestre sala. Elizandra é a madrinha de bateria. Grande público acompanha a passagem da escola pela passarela pantaneira do samba.

Rodrigo Nascimento – Subsecretaria de Comunicação Institucional