Carnaval em Corumbá atrai 30 mil pessoas na segunda noite

Marcos Boaventura
 

Cada bloco teve 35 minutos para cumprir o trajeto, avaliado por um corpo de jurados nos quesitos melodia, bateria, evolução e harmonia

Um público estimado de 30 mil pessoas prestigiou a segunda noite do Carnaval 2010 de Corumbá, no sábado (13), considerado o melhor do Centro-Oeste brasileiro. O destaque da festa foi o desfile dos 11 blocos oficiais, que passaram pela passarela do samba, apresentação encerrada somente na madrugada deste domingo (14). Foram 6h50 de desfile. Após o desfile, um baile popular animou o público na estrutura montada pela Prefeitura de Corumbá na Praça Generoso Ponce, com a banda SP Show.

O desfile foi aberto pelo Oliveira Somos Nós. A aposta para conquistar o título deste ano está em uma das maiores paixões do País, o futebol. Com entusiasmo, passou pela avenida cantando o clube de maior torcida do País, o Flamengo. O tema este ano foi “Sou rubro negro com raça e amor”. Desfilou com cerca de 500 integrantes e uma bateria bastante animada. O Oliveira foi fundado em 5 de janeiro de 1995, e tem como presidente Charles Oliveira.

O segundo a passar pela avenida foi o Flor de Abacate, que levantou o público na passarela. Com 850 integrantes, o bloco homenageou os 40 anos do “Boa tarde, boa tarde”, que já se tornou uma marca do carnaval corumbaense. Fundado em 15 de janeiro de 1966 por estudantes universitários e secundaristas, o Flor lembrou os dois compositores do hino, José Eloy de Magalhães e João Batista Carretoni. Há 44 anos preservando a cultura popular, tem como presidente Josélida Maria de Souza Ferri.

Passou também pela passarela o Olodum, fundando em 22 de dezembro de 1994, que canta “Beijo na boca”. O bloco tem como presidente Denilce Fátima e suas cores são amarelo, verde, vermelho e preto, apresentando-se com 400 componentes.

A noite foi atrativa. O Bola Preta fundado em 15 de janeiro de 1969, desfilou com 500 componentes e cantou “A curtição do Bola Preta”. O preto e branco tem como presidente Pedro Luiz Gonçalves de Queiroz. Outra atração foi o Nação Zumbi – Kabresgrilo, que encantou a passarela com “África do Sul: Liberdade, futebol e samba”. Fundado em 1996, é presidido por Edmir Moraes, o Abelha. Levou para a avenida 800 componentes.

O Praia, Bola e Cerveja foi o sexto bloco a se apresentar. Com cerca de 400 componentes, cantou “70 anos de Supermercados Panoff: 70 anos de alegria, sucesso e tradição”. A agremiação tem como presidente Luiz Márcio Santana. Foi fundado em 6 de agosto de 1980, e suas cores são azul, amarelo e branco.

Nas primeiras horas deste domingo, o Vitória-Régia entrou na passarela do samba, homenageando o professor. Cantou “A arte de educar”. Fundada em 30 de março de 1995, a agremiação presidida por Ademir Silva, se apresentou com 950 foliões.

O bloco Os Intocáveis foi o oitavo a desfilar. Este ano, a agremiação prestou uma homenagem aos garis, trabalhadores responsáveis pela limpeza da cidade branca. Fundando em fevereiro de 1994, é presidido por Naylton de Souza Silva. Apresentou-se na avenida com 700 componentes.

A noite reservou também a apresentação do Arthur Marinho. Fundado em 1º de janeiro de 2002 e presidido por Paulino Souza Benevides Filho, o bloco homenageou o “Marítimos, pentacampeão”, que foi uma das grandes equipes do futebol corumbaense.

O penúltimo a desfilar foi o Águia da Vila. Este ano, seus 600 foliões homenagearam São Jorge, com o tema “Salve o grande São Jorge”. No desfile, fizeram alusão ao Corinthians e à torcida corintiana (o Santo é padroeiro do timão).  Fundado em 1999, tem como presidente Jurema da Silva Martins.

O Clube dos Sem fez o encerramento do desfile dos blocos oficiais. Entrou na avenida com 700 componentes homenageando “Corumbá: terra de turismo e alegria”, uma alusão às belezas e à cultura da maior cidade pantaneira. Campeão em 2009, o bloco foi fundado em 25 de janeiro de 1990. Tem como presidente Rubens Ney Martinez de Morais.

Cada agremiação teve 35 minutos para cumprir o trajeto. Um corpo de jurado avaliou quatro quesitos: melodia, bateria, evolução e harmonia. A apuração será na quarta-feira à tarde, na passarela do samba. A festa é uma realização da Prefeitura Municipal, que organiza o desfile em parceria com a Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (Libloc).

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional