A exemplo de Corumbá, Ladário também se destaca no Projovem

O programa Projovem Trabalhador também é destaque na cidade de Ladário que, seguindo exemplo de Corumbá, está capacitando 175 pessoas de 18 a 29 anos para inserção no mercado de trabalho. Na última sexta-feira à noite, o prefeito José Antônio Assad e Faria fez a entrega de 50 kits escolares aos alunos do curso de alimentação, além da segunda camiseta para os que estão cursando o arco de educação, transporte, construção e reparo. O evento foi no ginásio poliesportivo Hélio Benzi e o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, de Corumbá, se fez representar pelo gerente de Ações para a Juventude, Márcio Cavasana, responsável pela pasta que está desenvolvendo o programa na Cidade Branca, já em fase final de qualificação.

Em Ladário, o Projovem está sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania. Durante a entrega dos kits e das camisetas, o prefeito José Antônio adiantou que a Prefeitura abriu mais 25 vagas no começo do ano para o setor de turismo, e as aulas devem começar neste semestre. “Quando se questiona sobre a execução de obras, respondemos que a mais importante obra da nossa administração é a qualificação do ser humano”, destacou. “Esse é o nosso pacto, nosso compromisso com a população, abrir mais vagas, ampliar as oportunidades de emprego e levar mais qualidade de vida a todos”, acrescentou.

Márcio Cavasana considerou importante a decisão do prefeito Ladarense. “Isto mostra que tanto aqui em Corumbá, como em Ladário, há preocupação com a capacitação de jovens, preparando-os para inserção no mercado de trabalho. Mostra também que os prefeitos Ruiter e José Antônio trabalham em sintonia, visando o desenvolvimento social das duas cidades”, argumentou, para lembrar que, agora em fevereiro, o chefe do executivo corumbaense comanda a formatura de cerca de mil jovens que iniciaram os cursos de qualificação em agosto de 2009.

Márcio Cavasana integrou a mesa ao lado do prefeito José Antônio, composta também pela presidente do Instituto Semear de Qualificação Profissional, Arlene Martins; o coordenador do Instituto Semear, José Carlos Cunha, e o monitor estadual do Projovem Trabalhador, Ismael Reis. O deputado federal Dagoberto Nogueira foi lembrado como pioneiro na criação do Projovem Trabalhador no Estado e o nome do deputado Paulo Duarte foi citado como grande incentivador.

Em Ladário, o programa atende jovens entre 18 e 29 anos que estejam desempregados, mas matriculados no ensino fundamental, médio ou EJA (Educação para Jovens e Adultos), com direito a uma bolsa mensal de R$ 100 durante os seis meses do curso. É resultado de convênio entre a Prefeitura, o governo,  por meio da Funtrab (Fundação Estadual do Trabalho) e o Ministério do Trabalho e Emprego.

O programa é executado pelo Instituto Semear de Qualificação Profissional, Instituto Delta e IPDE, com parceria da Secretaria Municipal de Educação. Em Ladário, as aulas ocorrem na Escola Municipal João Batista. O kit escolar entregue contém uma mochila com porta-celular, estojo, lápis, caneta, borracha, crachá com identificação do programa e camiseta pólo. (Com informações da Assessoria da Prefeitura de Ladário)