Prefeitura planeja atender famílias ribeirinhas a cada três meses

  Divulgação
  

Ação realizada em novembro no Paiaguás atendeu quase 300 famílias

A partir deste ano, a população ribeirinha de Corumbá vai receber atendimento médico, odontológico e social de três em três meses, a exemplo da ação realizada em novembro de 2009 na região do Paiaguás, que beneficiou quase 300 famílias das colônias Corixão, Cedrinho e São Domingos. Conforme o secretário de Ações Sociais, Lamartine de Figueiredo Costa, a determinação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) é que os trabalhos naquelas localidades ocorram de forma mais frequente, levando todo o atendimento necessário aos moradores que residem em áreas de difícil acesso.

“Desde o início da primeira gestão do prefeito Ruiter, em 2005, estamos realizando ações para atender as famílias ribeirinhas. Agora, pretendemos fazê-las com maior frequência, levando os principais serviços às comunidades distantes e de acesso difícil”, comentou o secretário. Para chegar aos locais de atendimento na última ação, por exemplo, a equipe de profissionais da prefeitura teve que utilizar zingas para condução de barcos pequenos, transportando medicamentos e outros materiais disponibilizados aos moradores, além das carroças lotadas que, em terra, foram puxadas pelos servidores.

No entanto, para a assessora executiva de Saúde do Município, Antonieta Sabatel, coordenadora das ações no Pantanal, o sacrifício vale a pena. “Atender as famílias que vivem em regiões distantes é gratificante”, comentou, já antevendo um extenso cronograma em 2010, ampliando o leque de atuação para levar atendimento aos moradores das regiões do São Lourenço, Paraguai Mirim, Nhecolândia, Morrinho, Porto Esperança, Forte Coimbra, Nabileque e ao próprio Paiaguás.

O secretário Lamartine lembra que, por meio da Ação Prefeito Presente, já foi disponibilizado atendimento aos moradores da região das águas, e que a preocupação do prefeito é disponibilizar todas as condições necessárias à população que tem dificuldades em se locomover até a área urbana, principalmente para tratamento de saúde. “Temos que destacar essas realizações e os parceiros da prefeitura”, comentou, lembrando da Marinha do Brasil, que já disponibilizou embarcação para a ação nas regiões do São Lourenço e Paraguai Mirim.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional