Levantamento aponta que cárie segue diminuindo em Corumbá

  Clóvis Neto
  

Um dos fatores que contribuíram para a redução do CPOD foi o aumento das escovações supervisionas e aplicação tópica de flúor

Pelo terceiro ano consecutivo, o número de crianças que apresentam cárie dentária diminuiu em Corumbá. O índice CPOD (Dentes Cariados, Perdidos ou Obturados), levantado pela Secretaria Executiva de Saúde Pública e calculado pela Secretaria de Saúde do Estado, foi de 2,05 em 2009, abaixo do que é considerado aceitável pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de 3,0. O número indica que a saúde bucal tem melhorado significativamente na cidade nos últimos anos.

Em 2006, o CPOD era de 2,93. Já em 2007, caiu para 2,61 e, no ano seguinte, para 2,28. Só em 2009, o Município realizou mais de 212 mil ações odontológicas básicas (como restaurações, profilaxias, aplicações de flúor, curativos, extrações e outros), o que representa quase 2 mil procedimentos a mais do que no ano anterior. As ações especializadas (como canais, cirurgias, próteses, tratamento de gengivas e outros) subiram de 15,1 mil em 2008 para 16,7 mil no ano passado.

Outro fator que contribuiu diretamente para a redução do CPOD na cidade foi o aumento das escovações supervisionas e aplicação tópica de flúor, os chamados procedimentos coletivos. Foram mais de 124 mil em 2009. Todas as escolas públicas (municipais e estaduais), inclusive da zona rural, receberam a visita dos cirurgiões dentistas e auxiliares de saúde bucal da Secretaria Executiva de Saúde. Ao todo, as atividades educativas escolares efetuaram 126 mil atendimentos. Isso significa que cada aluno recebeu mais de oito atendimentos odontológicos preventivos no último ano.

Quanto ao número de atendimentos emergenciais, 2009 fechou com exatas 6.013 intervenções, a maioria realizada no Pronto Atendimento Odontológico. Inaugurado em 2007, a unidade, anexo ao Pronto Socorro Municipal, funciona 24 horas por dia. Por meio do Pronto Atendimento Odontológico, 31 pacientes também fizeram consultas buco-maxilo-facial. Destes, 21 fizeram cirurgias, todas completamente gratuitas.

“O desenvolvimento e crescimento da saúde bucal, assim como dos demais setores da Saúde, vem se expandindo substancialmente no município. Foram ampliados e implantados variados serviços odontológicos para atender as diversas necessidades dos usuários, permitindo que sejam assistidos em maior amplitude, sanando suas necessidades”, destacou o gerente de Saúde Bucal de Corumbá, Zacaria Yahya Omar.

Desenvolvimento

Só nos últimos cinco anos, A prefeitura implantou quatro equipes de saúde bucal na Estratégia de Saúde da Família (ESF); um Pronto Atendimento Odontológico 24 horas no Pronto Socorro Municipal; um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO); um consultório no Centro Regional da Saúde do Trabalhador; dois Atendimentos Odontológicos Noturnos nos bairros Nova Corumbá e no Cristo Redentor; uma Equipe específica de Educação e Prevenção Escolar e Coletiva; atendimento odontológico ao DST/AIDS; e atendimento odontológico itinerante.

Também foram efetivados quatro polos de Atendimento Infantil; a inserção do Programa de Atendimento Especializado para Pacientes Portadores de Necessidades Especiais; e o atendimento Buco-Maxilo-Facial. Os projetos Sorria Corumbá e Envelhecer Sorrindo também foram desenvolvidos pela administração do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), assim como o atendimento odontológico à saúde indígena e o atendimento nas ações do Prefeito Presente.

Nos campos material e humano, o Município promoveu a troca e renovação de 24 cadeiras odontológicas; aumento e aprimoramento de todo material de consumo e permanente; ampliação e adequação estrutural; capacitações permanentes e periódicas; curso de Técnico de Higiene Dental (THD); três jornadas odontológicas; ampliação do número de profissionais no quadro efetivo de cirurgiões dentistas e auxiliares de saúde bucal (21dentistas e 24 auxiliares); melhoria salarial (considerado um dos melhores do País, de acordo Conselho Federal de Odontologia); e assistência técnica especializada.

Rodrigo Nascimento – Subsecretaria de Comunicação Institucional