Jovens do Abrigo Dona Laura visitam Embrapa Pantanal

A Embrapa Pantanal recebeu na semana passada a visita de um grupo de adolescentes, com idade entre 12 e 16 anos, do Abrigo Dona Laura Pinheiro Martins. A instituição, mantida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Executiva de Assistência Social, acolhe adolescentes com direitos violados.

Os adolescentes foram recebidos pelo chefe da Área de Comunicação e Negócios da Embrapa Pantanal, Jorge Antônio Lara, que fez uma apresentação explicativa sobre a estrutura e linhas de pesquisa desenvolvidas na Empresa. Os jovens puderam aprender um pouco sobre a profissão de pesquisador e a importância da educação e formação acadêmica no desenvolvimento do ser humano e do país.

Após a palestra, os visitantes conheceram as instalações da Embrapa Pantanal, laboratórios, biblioteca e a casa de vegetação. Para a coordenadora do Abrigo, Márcia Marina Lima Julio Barbosa, visitas como esta são de fundamental importância para o desenvolvimento e inclusão social dessas crianças, que se encontram separadas das famílias e que, na maioria das vezes, nunca tiveram a oportunidade de conhecer ambientes de estudo e pesquisa.

A visita à Unidade faz parte de uma agenda de instrução profissional, programada pelo Abrigo Dona Laura Pinheiro Martins, e vem de encontro com o compromisso de responsabilidade social da Embrapa, de contribuir com diminuição das desigualdades por meio da produção e divulgação de conhecimento cientifico. O objetivo dessas visitas é despertar o interesse dos jovens pelo estudo, podendo assim, proporcionar um destino diferente do que eles vivenciavam nas ruas.

Um dos adolescentes, de apenas 12 anos, sonha em ser professor de matemática e adorou a oportunidade de conhecer um centro de pesquisa. Achou muito interessante os estudos sobre o pantanal, as espécies, os animais e as plantas, conhecimentos que, segundo ele “ são importantes para o desenvolvimento agrário e ambiental do país”.