Corumbaenses recebem relíquia de Dom Bosco com fé e devoção

  Clóvis Neto
  

 “Bem vindo a Corumbá, continue abençoando nossa Igreja centenária, nossos jovens e nossas famílias”, pediu o bispo Dom Segismundo

Uma grande carreata recepcionou, na tarde desta quinta-feira (14), a urna com a relíquia de Dom Bosco. A procissão começou no parque Belmiro Maciel de Barros, na BR-262, onde centenas de fiéis aguardavam os restos mortais do Santo, canonizado pela Igreja Católica em 1934. Antes da carreata, o padre Gildásio Mendes dos Santos comandou uma rápida cerimônia de boas vindas à urna.

“Em nome da administração de Corumbá, é uma honra muito grande estar com Dom Bosco, materializado em suas relíquias, aqui na nossa cidade”, afirmou o prefeito em exercício, Ricardo Eboli (PMDB). Ele lembrou ainda que, nos últimos cinco anos, o Executivo Municipal “tem baseado suas ações na fé”. “Isso nos dignifica muito. É um momento ímpar receber a urna”, complementou, enfatizando também o trabalho dos salesianos desempenhado há vários anos em toda a região pantaneira, principalmente das realizações do padre Ernesto Sassida, fundador da Cidade Dom Bosco.

Presente na recepção, o prefeito de Ladário, José Antônio Assad e Faria (PT) destacou a atuação de Dom Bosco junto aos jovens. “É um momento muito especial. A atenção de toda a comunidade católica, e todos os que se preocupam com as crianças e jovens, estão voltados para cá, através das relíquias de Dom Bosco que estamos aqui recebendo”, comentou. Ele relembrou ainda a trajetória da médica Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança e que faleceu na última terça-feira (12), vítima do terremoto que atingiu o Haiti.

Em seguida, o bispo diocesano Dom Segismundo Martínez abençoou a urna, que passou pelas principais ruas da cidade até chegar à Cidade Dom Bosco. De lá, a relíquia seguiu para a capela que também leva o nome do santo salesiano, onde teve início a procissão luminosa até o Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora.

“Bem vindo a Corumbá, bem vindo entre nós. Continue abençoando nossa Igreja centenária, nossos jovens e nossas famílias”, pediu o bispo. Às 9 horas desta sexta-feira, os fiéis corumbaenses despendem-se da urna, que inicia cortejo em direção a Ladário para, após o meio-dia, retornar a Campo Grande e seguir viagem pelos quatro continentes, até 2014.

Rodrigo Nascimento – Subsecretaria de Comunicação Institucional