Corumbá reforça ações contra a dengue para evitar epidemia

  Clóvis Neto
  

A ação especial foi lançada nesta quarta-feira em ato com presença dos prefeitos Ruiter e José Antônio, e de diversas autoridades locais

As ações intensificadas no combate à dengue serão executadas em Corumbá nos próximos três meses, por meio de uma parceria entre a Prefeitura Municipal, Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Projovem Trabalhador, Brigada de Combate a Incêndio no Pantanal (Prevfogo), Unipav (limpeza pública), Cimentos Itaú (Grupo Votorantim) e Projeto Se Essa Rua Fosse Minha. A iniciativa vai permitir, de forma intersetorial, combater um dos maiores problemas de saúde pública, por meio da ação educativa (saúde e ambiental), manejo ambiental, bloqueio e controle químico e mecânico, retirada e queima de pneus, a partir do resultado do Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa).

O projeto foi apresentado pela médica veterinária Viviane Ametlla, gerente de Vigilância em Saúde da Secretaria Executiva de Saúde Pública, que detalhou o levantamento de 2009, com cerca de 7,5 mil casos notificados no município, dos quais 5,2 mil foram confirmados. Para evitar nova epidemia, ela solicitou aos agentes de endemias e de saúde, bem como aos voluntários, empenho no sentido de eliminar os focos da doença e também a busca incessante da conscientização da população sobre a necessidade de manter seus quintas limpos, livres de focos.

Durante a explanação, Viviane lembrou o último pico da doença, ocorrido em março de 2009, com 2.523 notificações. “Nosso trabalho será evitar isso. Tudo deve ser feito para minimizar o problema”, disse, lembrando que a cidade fechou o ano com 65 casos em dezembro e iniciou 2010 com oito notificações apenas nos primeiros quatro dias do ano.

Conforme a gerente, durante os próximos três meses, além de trabalho de rotina e limpeza de terrenos baldios e de difícil acesso, serão desenvolvidas ações padronizadas na cidade, com base no Plano Nacional de Combate à Dengue. Mais do que prevenção e combate, a meta é despertar a consciência da população quanto à necessidade de manter a cidade limpa, livre de reservatórios inservíveis que, no período de chuvas, tendem a servir de depósitos propícios à proliferação do Aedes aegypti.

A ação especial foi lançada nesta quarta-feira (6), no Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gómez, com a presença dos prefeitos de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira, e de Ladário, José Antônio Assad e Faria (ambos do PT), além de outras autoridades como o contra-almirante Edlander Santos, comandante do 6º Distrito Naval; coronel Rubens Corrêa Leão, chefe do Estado Maior da 18ª Brigada de Infantaria de Fronteira; Juan Carlos Mérida, cônsul da Bolívia; vereadores Carlos Alberto Machado, João Bosco da Silva e Souza e Marcelo Iunes; secretários municipais Lamartine de Figueiredo Costa (Ações Sociais), Haroldo Cavassa (Desenvolvimento Integrado), Cássio Augusto da Costa Marques (Gestão Governamental), Daniel Martins (Finanças e Administração) e Maria Lucia Ortiz Ribeiro (Promoção da Cidadania).

Também marcaram presença ao evento os secretários executivos Carlos Porto (Relações Institucionais), Cristiane Sahib Guimarães (Assistência Social), Luciene Deová de Souza Assis (Meio Ambiente); Alfredo Zamlutti Junior, presidente da Associação Comercial e Industrial de Corumbá; Rivaldo Venâncio da Cunha, doutor em Medicina Tropical e integrante do comitê de assessoria do Ministério da Saúde para dengue e febre amarela, além de outras autoridades e integrantes da força-tarefa que serão responsáveis pelos trabalhos.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional