Conscientização: Beira Rio promove ação para combater à dengue

  Clóvis Neto
  

Ação será desencadeada neste sábado e prossegue durante toda a semana seguinte, terminando no dia 30 com um ato público

Um exemplo a ser seguido. A comunidade do bairro Beira Rio, às margens do Rio Paraguai, inicia neste sábado (23), uma ação voltada ao combate à dengue. Trata-se de um grande mutirão dos moradores, em especial as crianças, que, durante oito dias, estarão envolvidas com diversas atividades, especialmente educativas, visando evitar o avanço da doença, que já teve 46 casos notificados (não confirmados) neste ano. A iniciativa é da Associação de Moradores e a intenção da presidente Léia Vilalva de Morais é atrair todas as 2,5 mil pessoas que residem no local.

“Temos que mobilizar toda a comunidade para limpar seus terrenos, retirando todo material que pode se tornar foco do mosquito da dengue. Temos que fazer a nossa parte”, observou Léia. Conforme ela, a Prefeitura Municipal apoiará a iniciativa, disponibilizando todo o material educativo, sacos de lixo e um caminhão para transporte do lixo.

A presidente confirmou que a ação será desencadeada neste sábado e prossegue durante toda a semana seguinte, terminando no dia 30 com um ato público. “O trabalho vai ser direto. Queremos aproveitar que as crianças estão em férias e contar com apoio delas para, não só ajudar na limpeza, mas também no trabalho conscientização. A criança é o alvo principal”, comentou.

“Vamos de casa em casa, já a partir de amanhã, para eliminar todos os focos da dengue. Todo material reciclável recolhido será vendido e o dinheiro arrecadado revertido em material esportivo para as próprias crianças do bairro. O restante do lixo será retirado pela prefeitura, que dará destinação correta”, reforçou a presidente da associação.

Após definir a ação, Léia entrou em contato com a Secretaria Executiva de Saúde Pública, que manifestou total apoio. A gerente de Vigilância em Saúde, Viviane Ametlla, afirmou que a iniciativa da Associação de Moradores é mais que louvável. “Se todos agissem dessa forma, teríamos mais chance de combater a doença. Esperamos que outros bairros sigam o exemplo”, observou.

É o que espera Leia, entendendo que o problema da dengue é de todos e não apenas do Poder Público. “Todos devem fazer o mesmo. Espero que isto aconteça também em outros bairros da cidade”, disse, acreditando que, se isso ocorrer, Corumbá estará livre da doença.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional