Servidor também é beneficiado pelo Minha Casa, Minha Vida

 Foto: Marcos Boaventura
  

 Durante lançamento do programa prefeito Ruiter anunciou casas para servidores

O programa Minha Casa, Minha Vida também vai atender o servidor público efetivo e estável do município. Durante o ato da manhã desta quarta-feira no Centro de Convenções, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), assinou decreto nº 732, de 30 de dezembro de 2009, adequando à realidade atual o decreto nº 421, de 3 de abril de 2008, que instituiu o Programa de Auxílio Habitacional ao Servidor (PAHS). A partir de agora, aqueles funcionários que não possuírem casa própria, poderão aderir ao programa ou a outro tipo de financiamento habitacional, com a Prefeitura custeando em até 50% do valor da prestação, limitado a meio salário mínimo.

Ruiter destacou que o programa objetiva reconhecer e valorizar o servidor público municipal, garantindo a ele, “o sonho da casa própria”. Com o decreto, foram atualizados os valores antes estabelecidos, para fins de participação no programa, divididos em três faixas de renda (menor, intermediária e superior).

Para participar do programa, o servidor ou seu cônjuge não pode ser proprietário de imóvel residencial nem ter firmado contrato de compra e venda. O auxílio termina ao fim do contrato de financiamento e será suspenso durante a vigência se o servidor, por qualquer motivo, deixar o quadro de funcionários da Prefeitura, à exceção dos aposentados pelo Regime Próprio de Previdência Social do Município de Corumbá – Previdência Municipal.

Os servidores poderão contrair financiamentos com a CEF ou outra instituição financeira credenciada pelo Sistema e Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (SNHIS/FNHIS), desde que seja firmado convênio pelo município com a instituição. Entre as modalidades de financiamento previstas estão aquisição, por compra e venda, concessão de direito real de uso, de imóvel residencial novo ou usado, e construção, em terreno próprio, do imóvel residencial.

O PAHS também inova ao garantir a participação dos servidores na definição dos critérios de adesão e benefícios. De acordo com a lei que criou o programa, a Prefeitura poderá receber sugestões do Sindicato dos Funcionários Públicos do Município de Corumbá (Simcor) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Corumbá (Sinted).

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional