Deficiente visual corre ultramaratona no Pantanal de Corumbá

A Superintendência de Turismo de Corumbá, vinculada à Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, convida toda população para dar as boas vindas e desejar sorte à dupla de ultramaratonistas que vão percorrer a pé 120 quilômetros pela Estrada Parque, no Pantanal corumbaense. Às 19 horas de hoje (3), a dupla de aventureiros participa de um bate-papo, no Centro de Convenções Miguel Gómez, sobre inclusão social e superação dos desafios, com entrada franca.

O adestrador de cães Adauto Belli, 38 anos, é brasiliense e tem uma doença degenerativa chamada retinose pigmentar, que leva à cegueira. Mesmo com a visão totalmente comprometida, ele se preparou para a jornada, que encara como um teste para corpo e a mente.

O empresário Weimar Pettengill, 38 anos, é sul-mato-grossense radicado em Brasília-DF e topou o desafio de apresentar o Pantanal sul-mato-grossense ao amigo. Como guia da Ultramaratona, ele será os olhos de Adauto na Estrada Parque, no trecho entre Corumbá e o Passo do Lontra, em um dos maiores refúgios da vida silvestre no mundo.

Rodrigo Nascimento – Subsecretaria de Comunicação Institucional