Projeto da prefeitura prevê sinalização adequada no anel viário

  Marcos Boaventura
  

Além de rotatória, as imediações da escola Almirante Tamandaré deverão receber passagem para pedestre e duas lombadas

A Prefeitura de Corumbá já está em entendimentos com a regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para que seja implantada sinalização adequada no anel viário, principalmente na altura da Escola Municipal Almirante Tamandaré. O propósito é garantir maior segurança aos alunos, professores e funcionários daquele estabelecimento de ensino, bem como à comunidade em geral que transita pelo local.

Um projeto elaborado pelo Executivo Municipal já foi encaminhado à regional em Anastácio, às mãos do engenheiro Ricardo Travassos, solicitando a implantação de uma rotatória em frente à escola, localizada no encontro da Rua Sete de Setembro com o anel viário. Conforme o documento, além de rotatória, o local deverá contar com passagem para pedestre totalmente sinalizada e duas lombadas (quebra-molas), para redução da velocidade dos veículos, entre outras benfeitorias.

O engenheiro de tráfego Rafael Kassar, da Agência Municipal de Trânsito e Transporte (Agetrat) informou que está apenas aguardando um contato com o chefe da regional do Dnit, para oficializar a execução dos serviços de sinalização. Conforme o secretário executivo de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Ricardo Ametlla, o projeto atende a uma solicitação feita ao prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) pelos moradores daquela região e comunidade escolar, durante a 26ª edição da Ação Prefeito Presente, que ocorreu na Escola Clio Proença.

Anel

As obras de pavimentação do anel viário, por outro lado, estão bastante adiantadas. A pavimentação já chegou à região da Agesa, restando apenas a ligação com a Rodovia Ramon Gomez. A previsão é que o trecho total, de 11,9 quilômetros, esteja concluído até o final deste ano.

A obra foi lançada em 2001, ficando paralisada por cerca de oito anos. Só foi retomada em abril de 2009, após o presidente Luiz Inácio Lula da Silva incluí-la no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A liberação de parte dos recursos, R$ 8,5 milhões, foi garantida após intervenção do senador Delcídio do Amaral e do deputado estadual Paulo Duarte (ambos do PT) com o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, atendendo a solicitação do prefeito Ruiter.

O investimento total gira em torno de R$ 12 milhões, recursos oriundos do governo federal. Este será o último trecho pavimentado da BR-262 até a fronteira com a Bolívia. Além de desafogar o trânsito na área urbana de Corumbá, retirando o tráfego de veículos pesados do centro, o anel será fundamental para a efetivação do corredor bioceânico, ligando os oceanos Atlântico e Pacífico.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional