Oficina de Dança encerra o ano com dois grandes espetáculos

  Marcos Boaventura
  

 Espetáculos trarão coreografias de profissionais renomados da dança

A Oficina de Dança de Corumbá está com dois grandes espetáculos confirmados para o encerramento das atividades em 2009, ano em que comemora seu décimo aniversário. O primeiro será “Livres”, marcado para amanhã (29), com reapresentação na segunda-feira (30). Já o segundo, “O Pequeno Príncipe”, acontece nos dias 11 e 12 de dezembro. Ambos os espetáculos ocorrerão no anfiteatro Salomão Baruki, sempre a partir das 20 horas, sendo que a entrada será um quilo de alimento não perecível.

A instituição é mantida pela Prefeitura Municipal, sob coordenação da Superintendência de Cultura da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal de Corumbá, ligada à Secretaria de Gestão Governamental. As apresentações de fim de ano já se tornaram marcas registradas do projeto que, neste ano, programou uma festa em dose dupla, com as apresentações dos dançarinos adultos e das crianças que fazem parte da escola mantida pelo Executivo Municipal.

A primeira apresentação vai reunir um elenco de 252 pessoas, entre jovens e adultos, por meio do espetáculo “Livres”. Serão 13 coreografias a cargo dos coreógrafos André Souza, da Zoe Escola de Dança, de Campo Grande; Chico Neller, do grupo Ginga Cia. de Dança de Campo Grande; Kleber Costa, Reinária Rodrigues e Vandoir Lopes, todos da Oficina de Dança de Corumbá.

A direção geral está a cargo de Joilson Silva da Cruz, que antecipa um grande final de ano no setor cultural corumbaense. Segundo ele, “Livres” é um espetáculo de dança que está sendo preparado para “jamais sair do pensamento de quem tiver a oportunidade de presenciar a apresentação no domingo ou na segunda-feira à noite”.

Joilson destaca que tudo está sendo cuidadosamente preparado para um grande espetáculo, que contará com coreografias de profissionais renomados da dança, tais como André Souza, ex-integrante do Studio de Ballet Cisne Negro, de São Paulo, premiado em festivais nacionais, e que atualmente é diretor e coreógrafo da Zoe Escola de Dança.

Outra atração será Chico Neller, diretor e coreógrafo da Ginga Cia. de Dança, que foi responsável por “Corpoema”, espetáculo de dança contemporânea baseado na obra do poeta Manoel de Barros, destaque das comemorações dos 230 anos de Corumbá. Aliado a tudo isso, estão os talentos corumbaenses Kleber Costa, Reinária Rodrigues e Vandoir Lopes, além de bailarinos convidados, casos de Júlio dos Santos e Laiane Menezes, ambos da Ginga Cia. de Dança.

Conforme Joilson, as coreografias incluem músicas de Michael Jackson e Mercedes Sosa, um tributo a “dois grandes nomes da arte que o mundo perdeu neste ano”, além de canções inesquecíveis de Roberto Carlos, como homenagem aos seus 50 anos de carreira.

O Pequeno Príncipe

Outra grande atração deste fim de ano será “O Pequeno Príncipe”, marcado para os dias 11 e 12 de dezembro, também no anfiteatro Salomão Baruki. A direção geral será de Joilson Silva da Cruz, contando com participação de 382 alunos da Oficina de Dança, que apresentarão 14 coreografias, a cargo de Kleber Costa, Lucimeire Freitas, Reinária Rodrigues, Paula Borba e Vandoir Lopes, todos professores do projeto.

O espetáculo é baseado na famosa obra homônima de Antoine de Saint-Exupéry. O espetáculo procurará trazer, literalmente, um universo de informações e mensagens, não somente para crianças, mas também para todos que prestigiarem as apresentações. “Isso porque a obra original não é um livro só para crianças, é um livro profundo, escrito de forma enigmática e metafórica. Um livro poético e filosófico sem igual e que traz a mensagem da infância, da criança, a qual irromperá de repente no deserto do coração, habitando o vazio, fazendo com todos relembrem o que eram quando crianças, e o que se pode pegar daquela época para aplicar hoje”, explica Joilson.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional