Fórum de debates reuniu 330 alunos do ProJovem Trabalhador

  Gilson de Carvalho
  

Iniciativa partiu de um grupo de 60 jovens que organizaram o evento, com apoio dos professores do Senac

Um fórum de debates e palestras marcou a noite de ontem (17) dos alunos do curso de turismo e hospitalidade do ProJovem Trabalhador – Juventude Cidadã, desenvolvido em Corumbá por meio de uma parceria entre a Prefeitura Municipal e o Ministério do Trabalho e Emprego do Governo Federal. O evento fez parte da capacitação iniciada na segunda quinzena de agosto, e reuniu 330 dos cerca de 1 mil alunos que frequentam o programa destinado a jovens de 18 a 29 anos que se encontram em situação de vulnerabilidade social e pessoal, por meio de qualificação profissional, para a inclusão no mercado de trabalho.

A iniciativa partiu de um grupo de 60 jovens que organizaram o evento, com apoio dos professores do Senac, responsável pela capacitação em Corumbá. O fórum foi realizado no Hotel Nacional, em parceria com o empresário Luis Martins, um dos palestrantes, ao lado do superintendente de Turismo da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal de Corumbá, José de Carvalho Junior.

“Foi importante, principalmente pelo fato de ter sido uma iniciativa dos próprios alunos que frequentam o curso de turismo e hospitalidade. Isto demonstra o interesse desses jovens e dos outros 270 que prestigiaram o evento. Sem dúvida, foi um grande aprendizado”, comentou Márcio Cavasana, gerente de Ações para a Juventude da Prefeitura de Corumbá e gestor do programa.

Ele destacou ainda que foi importante para confirmar a aceitação do ProJovem Trabalhador por parte dos empresários corumbaenses. “O Luis Martins está sendo um grande parceiro, como outros empresários da nossa cidade”, disse Cavasana. Segundo ele, Martins disponibilizou toda a estrutura do Hotel Nacional, inclusive uma equipe de funcionários, para maior ênfase ao fórum.

O empresário, por cerca de 40 minutos, conversou de forma bastante aberta com os jovens, fazendo um relato de sua vida profissional, desde o início da sua trajetória até os dias atuais. Focou também a estruturação das empresas de turismo da cidade e da necessidade de capacitação, o que está ocorrendo hoje. A equipe de funcionários do Hotel Nacional também teve uma participação importante, mostrando na teoria e na prática, o trabalho diário dentro de uma empresa do ramo de hotelaria.

Já José de Carvalho Junior proferiu uma palestra falando sobre o atual momento do turismo corumbaense, as transformações proporcionadas pela administração pública e empresários, nos últimos anos, além dos novos produtos que estão sendo disponibilizados, como o Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez, responsável pelo fortalecimento do turismo de eventos e negócios na capital pantaneira.

“Tudo está sendo importante. Além das aulas nos quatro pólos, os alunos do ProJovem estão preocupados também com os estágios. Eles próprios procuram as empresas e outras instituições na cidade para período de estágio, fundamental para o aprendizado. Já há inclusive, jovens convidados para trabalhar em empresas da cidade. Isto demonstra que eles estão tendo um excelente aproveitamento”, comemorou Cavasana.

Para se ter uma ideia, somente no Hotel Nacional, uma segunda equipe de cinco pessoas está fazendo estágio na área de turismo e hospitalidade. Luis Martins já abriu espaço para novos alunos e, conforme o gestor do programa, o mesmo está ocorrendo em outros locais, entre eles o Moam e Fundação O Boticário.

“E não é somente no setor de turismo e hotelaria. Existem alunos de outros cursos que também estão realizando estágios. Tudo isso será fundamental no final dos seis meses, para inserirmos estes jovens no mercado de trabalho”, explicou Cavasana. A meta é empregar 300 jovens, mas o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira quer ampliar este objetivo para cerca de 500. “Neste sentido, os empresários são nossos grandes parceiros e, como está caminhando o programa, temos certeza de que atingiremos a meta pretendida pelo prefeito”, reforçou.

O ProJovem prevê seis meses de cursos totalizando 350 horas/aula, sendo 250 horas de qualificação profissional e 100 horas de qualificação social. As aulas estão sendo ministradas por professores do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Os inscritos foram divididos em 33 turmas que frequentam aulas em quatro pólos: 13 turmas no Colégio Imaculada Conceição (Cine); 13 turmas na Escola Municipal Luis Feitosa Rodrigues; quatro turmas no Senac; e três turmas no Instituto Homem Pantaneiro – Moinho Cultural.

Além de turismo e hospitalidade, estão sendo ministradas aulas de qualificação profissional nas áreas de administração, telemática, comunicação e marketing. Já a qualificação social engloba as áreas de inclusão digital, valores humanos, ética e cidadania, educação ambiental, higiene pessoal, promoção de qualidade de vida, noções de direito trabalhista, formação de cooperativas, prevenção de acidentes de trabalho, e estímulo e apoio à elevação da escolaridade.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional