Festival possibilita ao corumbaense conhecer sua gastronomia

  Gilson de Carvalho
  

Por meio do festival, está sendo possível melhorar os serviços gastronômicos prestados em Corumbá

Mais do que um forte produto turístico, o Festival Gastronômico 2009 – Sabores do Pantanal é uma oportunidade para que a própria população corumbaense conheça um pouco mais de sua cultura e história, para repassar o conhecimento aos turistas que chegam à cidade. É o que aponta a presidente da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal de Corumbá, Ligia Maria Baruki e Melo.

“O festival não está sendo importante apenas para valorizar os pratos típicos de Corumbá, potencializando mais um atrativo turístico pantaneiro. É também uma ótima oportunidade para a população corumbaense conhecer a sua gastronomia e valorizar as riquezas locais, obtendo conhecimentos para repassar às pessoas que nos visitam. Temos que gostar do que fazemos para tratar bem quem nos visita”, disse.

Na opinião de Ligia, “um povo se conhece pelos seus costumes e tradições” e a “gastronomia é uma forma de expressar isso”. Dessa forma, ela enalteceu o trabalho desenvolvido por toda a equipe da Superintendência de Turismo para a realização do evento, bem como dos parceiros. Destacou também que a realização representa o fortalecimento de um segmento importante e que, por meio do festival, está sendo possível melhorar os serviços prestados em Corumbá, “desde o trabalho feito lá dentro, na cozinha, até o momento de servir o cliente”, reforçou.

Coordenador do evento, o superintendente de Turismo, José de Carvalho Junior, comentou que a culinária faz parte da cultura do povo corumbaense. Conforme ele, o festival nasceu de uma “estratégia definida pela administração do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira” de fomentar o turismo cultural.

José de Carvalho exaltou os parceiros, não apenas os 12 restaurantes que estão disponibilizando 15 pratos especiais, mas também Zezinho Martinez e o site corumba.com.br, além dos buffets Novo Estilo, Humaitá, Dalét Noivas, bem como a empresa Idy Floricultura e Decoração e Arte Casa, responsáveis pela exposição de mesas decoradas, abertas ao público até domingo (15), no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Gómez.

“Todos estão sendo importantes para alcançarmos os nossos objetivos, principalmente a valorização dos pratos típicos, a nossa cultura, reafirmando a identidade corumbaense”, argumentou o superintendente. Ele lembrou também que é mais um setor do segmento turístico que está se consolidando em Corumbá.

Para Luane Moraes, do restaurante Espeteria e Peixaria Sobradinho, o festival está sendo importante para “divulgar a casa”, ou seja, mostrar a boa comida corumbaense ao turista. O prato especial servido pela casa é o Pintado a Urucum. “É a nossa especialidade, o prato que tem mais saída. Agora, com o festival, estamos possibilitando ao cliente, que ele conheça as outras especialidades”, ressaltou.

Quem também enaltece a realização é Geraldo Albaneze, do Avalom Grill. Ele foi além, informando que o festival é um “incentivo à melhoria da qualidade dos serviços e da própria comida”. O restaurante está servindo, até domingo, o Carreteiro de Comitiva, prato feito pelos cozinheiros das comitivas pantaneiras, à base do arroz, carne seca e macarrão. “Temos o arroz carreteiro que veio do Rio Grande do Sul. O nosso é diferente. É um prato realmente pantaneiro”, assegurou.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional