Corumbá integra a Caravana em Defesa do SUS na sexta-feira

Corumbá será representada amanhã (27), em Campo Grande, na Caravana em Defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), que chega a Mato Grosso do Sul com o objetivo de promover um debate em torno da conjuntura da saúde. Na manhã de ontem (25), membros do Conselho Municipal da Saúde realizaram um movimento na cidade, colhendo assinaturas para reforçar o ato que ocorre na Capital, na Seleta Sociedade Caritativa e Humanitária, localizada na Rua Dolor de Andrade, 270, bairro São Francisco.

A ação em Corumbá tem apoio da Secretaria Executiva de Saúde Pública, ligada à Secretaria Municipal de Ações Sociais. Na cidade, foram coletadas assinaturas para dois abaixo-assinados. O primeiro documento reivindica mais recursos orçamentários para a saúde, enquanto o segundo cobra o reconhecimento do SUS, pela UNESCO, como Patrimônio Social, Cultural e Imaterial da Humanidade.

A Caravana em Defesa do SUS é um evento nacional que já passou por 21 Estados. Faz parte da agenda política do Conselho Nacional de Saúde (CNS) – instância máxima de deliberação do SUS, e tem como temas a defesa do sistema como Patrimônio Social, Cultural e Imaterial da Humanidade, bem como Gestão do Trabalho, Modelo de Atenção, Financiamento, Controle Social, Intersetorialidade, Complexo Produtivo da Saúde e Humanização do SUS.

A previsão é de que cerca de 600 pessoas participem do evento em Campo Grande. Estarão presentes a conselheira nacional, Gysélle Saddi Tannous – representando o Presidente do CNS, Francisco Batista Junior –, a secretária substituta de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde (Sgep), Maria Natividade Gomes da Silva Teixeira, conselheiros nacionais e representantes do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Organização

A organização da Caravana é do CNS, em parceria com o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa, Conselhos de Saúde, Conass, Conasems e movimentos sociais. Como convidados, a parceria tem ainda universidades, o Ministério Público e Legislativos estaduais e municipais. A última etapa da Caravana será em Florianópolis-SC, no dia 30 deste mês. No dia 8 de dezembro será realizada, em Brasília-DF, a Caravana Nacional, com um balanço de todos os Estados.

O Conselho Nacional de Saúde organiza a Caravana em Defesa do SUS com a intenção de percorrer o País e ouvir a população para buscar formas de fortalecer o SUS como a maior política pública do mundo e assegurar o sistema como patrimônio da humanidade. A regulamentação da Emenda Constitucional 29 e o financiamento do SUS em todo o País também estão no centro das discussões, como bandeiras da Caravana. (Com informações do Conselho Nacional de Saúde)

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional