Conferência das Cidades debate hoje desenvolvimento urbano

  Clóvis Neto
  

 Conferência vai permitir, durante os dois dias, a abordagem de quatro temas cruciais para o futuro de Corumbá

“Corumbá para Todos e Todas com Participação Popular e Controle Social”. Este é o lema da 4ª Conferência Municipal das Cidades, que ocorre hoje e amanhã (26 e 27), no Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel Goméz. Neste ano, as discussões serão divididas em quatro áreas estratégicas, cujos resultados deverão culminar na “construção de uma cidade mais humanizada”. A iniciativa é da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Integrado.

A abertura do evento está marcada para as 20 horas da quinta-feira, com a palestra “Avanços, dificuldades e desafios na implementação da Política Habitacional”, que será proferida pelo arquiteto Márcio Martins, do Ministério das Cidades. A conferência contará ainda com a participação de representantes dos mais variados segmentos da sociedade corumbaense, que nos últimos dias participaram do processo de formatação da fase municipal, preparatória para as etapa estadual e nacional, programadas para 2010.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Integrado, Haroldo Ribeiro Cavassa, a Conferência vai permitir, durante os dois dias, a abordagem de quatro temas cruciais para o futuro de Corumbá. Os temas estão relacionados aos seguintes eixos: avanço na construção da Política Nacional e Estadual de Desenvolvimento Urbano; indicação de prioridades de atuação ao Ministério das Cidades e ao Governo do Estado; balanço das deliberações das três conferências municipais já realizadas; e, por fim, a eleição das entidades-membros do Conselho Municipal das Cidades no triênio 2011-2013.

A programação, conforme o secretário, foi amplamente debatida com representantes dos segmentos da sociedade civil. No dia 27, os trabalhos começam às 8 horas, com credenciamento dos participantes. Às 9 horas, será apresentado o regulamento do regimento interno da conferência, seguido de divisão dos grupos temáticos que, durante todo o dia, tratarão da elaboração do relatório de Corumbá, que será levado à Conferência Estadual, prevista para ocorrer entre fevereiro e abril de 2010, e à Nacional, programada para o período de 24 a 28 de maio, em Brasília-DF.

A conferência vai escolher também os 21 delegados que representarão Corumbá na etapa estadual. O encerramento das atividades está marcada para as 17h30 da sexta-feira. “Pela quarta vez, nos deparamos com a oportunidade de levar à administração pública a tradução da vontade popular de discutir as cidades. Estamos diante do desafio de garantir a continuidade e o aprimoramento do processo de participação e, mais ainda, a efetiva contribuição da sociedade na formulação das políticas públicas”, resumiu o ministro das Cidades, Márcio Fortes, que conduz a iniciativa em âmbito nacional.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional