Mostra retrata o fortalecimento da Agricultura Familiar local

 Marcos Boaventura

  

Evento ocorreu na Estação Experimental do Campo, no Taquaral

A 3ª Mostra de Agricultura Familiar e 1ª Feira de Sementes e Mudas de Corumbá, que aconteceram durante todo o dia de hoje (16) na Estação Experimental do Campo, no assentamento Taquaral, retratou o fortalecimento da cadeia produtiva na região pantaneira. Realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Pantanal) e Prefeitura de Corumbá, em parceria com outras instituições governamentais e não governamentais, o evento atraiu cerca de 180 participantes dos assentamentos Taquaral, Paiolzinho, Tamarineiro, Mato Grande, Urucum, além das localidades de Maria Coelho e Albuquerque. Durante todo o dia, eles expuseram os mais variados tipos de produtos que começam a ganhar a mesa do consumidor.

A mostra foi aberta pela manhã com palestras, exposições dos mais variados tipos de alimentos e artesanatos da Feira de Sementes, seguidas do Dia de Campo. Tiveram destaque também as escolas rurais, como a Luis Albuquerque – que expôs produtos artesanais confeccionados pelos alunos –, o Centro de Referência da Assistência Social II, a Associação Amor Peixe e a Associação das Mulheres Artesãs de Corumbá.

Após a abertura, o destaque foi a palestra “Saneamento Básico Rural”, com o especialista Antônio Pereira de Novaes. As atividades prosseguiram com o Dia de Campo Alternativas Agroecológicas, divido em estações: Manejo Agroecológico de Plantas, com Marçal H. A. Jorge e Aurélio V. Borsato; Adubos Verdes, a cargo de Alberto Feiden; Ordenha Higiênica, a cargo da Fundação Terra Pantanal; Caldas Alternativas, com Simone Y. Benites e César D. J. Assad; Agricultura Familiar e Alimentação Escolar, com a professora Laura H. Midon; e Pastagens recomendadas para ovinos, com Anderson Gonzaga Ortiz.

Esta foi a primeira participação da Fundação Terra Pantanal, criada pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT). Durante a apresentação, a equipe comandada pelo presidente da instituição, Wilton Gomes Panovitch, mostrou aos presentes, por meio de vídeo e de folhetos, a importância da ordenha higiênica, para prevenção da mastite bovina e melhoria da qualidade na produção de leite.

“Tudo isso faz parte de um planejamento desenvolvido pela prefeitura para, quando a Usina de Leite entrar em funcionamento, possamos disponibilizar à população um produto de qualidade”, disse Panovitch. Conforme ele, os trabalhos durante a mostra foram importantes para conscientizar o produtor para que o “leite chegue em boas condições à usina, evitando prejuízos e, ao mesmo tempo, problemas de saúde entre a população”.

O presidente adiantou que o trabalho será estendido também às unidades resfriadoras, responsáveis pelo recebimento do leite direto do produtor rural, para posterior encaminhamento à usina. A veterinária Liliane Sulzer Miranda, da Fundação Terra Pantanal, acompanhou todo o processo na Estação Experimental do Campo, que comemorou o Dia Mundial do Alimento.

Além da exposição dos produtos, bastante diversificados, outro destaque foi a Feira de Sementes, um espaço para troca de mudas e sementes reproduzidas em propriedades do Município pelos próprios agricultores. A iniciativa foi importante para avaliar e preservar material genético adaptado às condições climáticas regionais.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional