Mobilização busca aumentar prevenção ao câncer de mama

  Gilson Carvalho
  

Objetivo da ação foi disseminar informações sobre a importância da detecção precoce do câncer de mama

Maior causa de óbitos por câncer entre a população feminina, o câncer de mama foi o foco das atenções hoje (23), em Corumbá, com uma mobilização no Centro de Saúde da Mulher. A iniciativa visou conscientizar as corumbaenses sobre a necessidade de detectar a doença precocemente, possibilitando, assim, o aumento das chances de cura. O ato foi resultado de uma parceria entre a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Executiva de Saúde Pública, e o Instituto Avon, que desenvolve em todo o Brasil o projeto Toque de Vida, em prol da saúde e bem-estar das mulheres.

Este é o segundo ano consecutivo da parceria entre as duas instituições, com foco na mulher e suas necessidades, no sentido de disseminar informações sobre a importância da detecção precoce do câncer de mama. A mobilização começou cedo, com o Centro de Saúde da Mulher lotado. Antes mesmo das 8h30, mais de 40 mulheres já haviam marcado consultas com a ginecologista e obstetra Flávia Murta Resende.

Responsável pelo Programa Municipal de Prevenção do Câncer de Colo Uterino e de Mama, a médica aponta o diagnóstico precoce como o principal fator para aumento da sobrevida da paciente. Ela diz que um dos fatores que dificultam o tratamento é o estágio avançado em que a doença é descoberta, fato que ocorre em todo o Brasil.

Segundo Flávia, mobilizações como a de hoje são importantes para conscientizar a população feminina sobre a importância da prevenção. Ela reforça que todas as mulheres com idade entre 40 e 69 anos devem realizar o exame preventivo, que pode ser meio de exame clínico na mama (o toque) ou mamografia.

A médica destaca, porém, que a procura pelo exame tem crescido atualmente. Segundo ela, as mulheres estão mais conscientes, graças ao trabalho que está sendo desenvolvido, por meio de mobilizações como a de hoje, ou mesmo nos contatos diretos mantidos pelas equipes responsáveis pelas unidades de saúde existentes no Município.

“Os centros fazem o rastreamento e, se o exame apontar qualquer tipo de alteração, encaminham as pacientes para o Centro de Saúde da Mulher, que dispõe de uma equipe capacitada para o atendimento”, observa a médica. São sete ginecologistas, além de enfermeiros e atendentes, que atuam direto no trabalho e prevenção e diagnóstico.

Conforme ela, hoje em Corumbá, existem 23 mulheres com câncer de mama, em fase de tratamento tanto no Centro de Saúde da Mulher como na Unidade de Oncologia, implantada pela prefeitura na Santa Casa local.

Flávia lembra que a unidade de saúde dispõe de um oncologista, Marco Antonio Cazzolato, que presta todo o atendimento no local. “Aqui são feitos os exames e, em caso de necessidade de cirurgias, são encaminhados para o hospital, onde dispomos também de tratamento com quimioterapia”, ressalta.

Serviços

O gerente de Atenção em Saúde da prefeitura, Emerson Ferreira Moreira, afirma que os casos de câncer de mama aumentaram muito no Brasil nos últimos anos, inclusive em Corumbá. Conforme ele, isto se deve justamente aos serviços capazes de diagnosticar a doença. “Temos equipes em todas as unidades de saúde que desenvolvem um trabalho voltado especificamente às mulheres”, diz Emerson, observando que o foco principal é o diagnóstico precoce para aumentar as chances de sobrevida da paciente.

A gerente da Avon em Corumbá, Catarina Alvarez, explica que o projeto Toque de Vida é importante para conscientizar a população feminina sobre a doença. “Desde cedo, o Centro de Saúde da Mulher está lotado. Elas estão atendendo o chamamento e se preocupando com a saúde. Nossa tarefa é disseminar todas as informações sobre a doença, e mostrar que tem cura, desde que diagnosticada no início, precocemente”, complementa.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional