Catadores recebem kits de segurança doados pela prefeitura

 Marcos Boaventura
  

Entrega foi feita pela Secretaria Executiva de Meio Ambiente

Sessenta catadores de materiais recicláveis receberam, na manhã de hoje (21), os kits de segurança disponibilizados pela Prefeitura de Corumbá. Cada trabalhador ganhou um boné, duas camisetas, duas calças, uma bota de couro e um par de luvas anti-perfurantes. A entrega foi feita por técnicos da Secretaria Executiva de Meio Ambiente, ligada à Secretaria de Meio Ambiente e Produção Rural.

“Este material vai ajudar muito no nosso trabalho”, afirmou Margarido de Moraes. Aos 66 anos, ele aponta, com orgulho, parte dos 13 filhos que criou com o dinheiro que ganhou da separação do material reciclável do lixo comum. “Não tenho vergonha nenhuma de trabalhar no lixão, porque é daqui que tiro meu sustento e da minha família”, contou.

Pantaneiro puro, como ele mesmo se definiu, Margarido faz parte da Associação Vale da Esperança, que hoje tem 29 integrantes e é presidida por uma de suas filhas, Rosiney de Araújo Moraes de Oliveira, 37 anos. “Minha mãe, irmãos, primos e tios também trabalham aqui”, disse.

A outra associação regulamentada para atuar no local é a Reciclagem Preservação do Meio Ambiente. “Hoje somos 31 pessoas cadastradas para trabalhar aqui”, afirmou Jurandir Zacaria de Souza Filho. Lembrando das ações de saúde realizadas pela prefeitura no local (campanhas de vacinação e prevenção de doenças), ele ressaltou que os materiais disponibilizados vão agilizar o trabalho no lixão. “Com segurança, trabalhamos mais rápido”, completou.

Nos próximos dias, serão entregues quatro carrinhos para as associações utilizarem na separação dos materiais recicláveis. A prefeitura também tem projeto para aquisição de uma prensa multiuso, capaz de compactar latinhas, papéis e plásticos. “O objetivo é implantar uma mini-usina de reciclagem para os catadores”, explicou Fátima Ale Seher, do Núcleo de Gestão Ambiental.

No mesmo sentido, o Município mantém, desde 2007, o projeto de Coleta Seletiva no centro da cidade. Duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras, o caminhão passa a partir das 19 horas pelas ruas recolhendo o lixo seco (papel, plástico, vidro e metal), que deve ser depositado em sacolas azuis disponibilizadas pelos mercados da cidade.

A separação do lixo já é feita pela Infraero e, a partir desta semana, também será feita pela Vale. A Secretaria Executiva de Meio Ambiente lembra que a Enersul recolhe pilhas e baterias em um coletor especial, localizado na sede da empresa, na Rua Ladário. Se despejados diretamente na natureza, tais produtos podem prejudicar o solo e as águas.

Rodrigo Nascimento – Subsecretaria de Comunicação Institucional