No Paraguai-Mirim, alunos ganham escola totalmente reformada

 Marcos Boaventura

  

 Prefeitura investiu mais de R$ 83 mil na reforma do colégio

Os cinquenta e quatro alunos da região do Paraguai-Mirim, distante cerca de 170 quilômetros da zona urbana de Corumbá, ganharam um local mais confortável e estruturado para seu desenvolvimento escolar. Nesta segunda-feira, 14 de setembro, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT) entregou a reforma da Escola Municipal Rural Pólo Porto Esperança, extensão Paraguai-Mirim. O ato integrou as comemorações dos 231 anos de cidade.

Com a readequação do prédio (salas de aula, cozinha, banheiros e dormitório rede elétrica e hidráulica), estrutura (rede elétrica e hidráulica) e a construção de um alambrado em torno do colégio, a Prefeitura investiu mais de R$ 83 mil em recursos próprios da municipalidade e do Fundeb (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

“Esta é uma obra muito importante que revitaliza nosso compromisso de melhorar o atendimento público à comunidade ribeirinha”, destacou o prefeito. Além da obra, Ruiter ainda entregou os kits escolares a todos os alunos da escola. Os estudantes receberam mochila, lápis, borracha, estojo e cadernos, materiais didáticos que vão auxiliar no desenvolvimento educacional.

A extensão Paraguai- Mirim foi construída pelo Governo do Estado, na administração de Zeca do PT, e passou para a administração municipal em 1996. Ela conta com três salas de aula, com classes seriadas de 1ª a 5ª série, cozinha, banheiros e dois dormitórios, utilizados por professores e alunos. “Nossa intenção é de continuar ampliando a investindo nesta região”, disse o prefeito corumbaense.

“O objetivo é implementar da 6ª à 9ª série até 2010”, reiterou o secretário executivo de Educação, Hélio de Lima. “O prefeito e toda sua administração tem este compromisso com a educação dos povos das águas. Segundo o secretário, o momento é importante porque, assim como os alunos da cidade buscam melhorar sua condição de vida, as crianças e jovens da região das águas também tem o direito de buscar este objetivo. “Por isso investir na formação de professores e na melhoria do espaço fisico da escola”, complementou.

De imediato, o prefeito determinou a construção de um campo de futebol para atender os ribeirinhos e suas famílias. “Será uma oportunidade de incentivar a prática esportiva em toda esta localidade”, encerrou Ruiter. Desde o ínicio deste ano letivo, que para o povo das águas segue a vazante do rio Paraguai, os estudantes recebem atendimento integral, com atividades das 7h30 às 16h30. Todos os 54 alunos da extenção Paraguai-Mirim são atendidos pela embarcação da Prefeitura, que busca e devolve as crianças em casa com total segurança.

Rodrigo Nascimento-Subsecretaria de Comunicação Institucional