Centro de Convenções será inaugurado neste domingo à noite

 Marcos Boaventura

  
Centro garante diversificação do turismo corumbaense

Corumbá ganha neste domingo, 20 de setembro, um instrumento fundamental para captar eventos nacionais e internacionais, com a inauguração do Centro de Convenções Miguel Gómez. Construído à beira do rio Paraguai e com o Pantanal como diferencial, o Centro tem a capacidade de hospedar eventos de pequeno a médio porte, concorrendo com os demais lugares do Brasil e do Mundo. A solenidade está programada para às 20h e faz parte das comemorações dos 231 anos da Cidade Branca.

Construído à beira do rio Paraguai, o Centro integra a nova e moderna estrutura do Porto Geral. Além de uma vista privilegiada da paisagem pantaneira, tem o pôr do sol como outro grande atrativo. O projeto é de autoria do arquiteto corumbaense Carlos Lucas Mali. É gerenciado pela Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal e dará sustentabilidade à atividade turística e revitaliza a orla da cidade, que volta a ter importância no seu contexto econômico, histórico e cultural.

O empreendimento que será entregue pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira fazem parte das duas primeiras etapas do projeto. O Centro de Convenções começou a ser construído em 2006, com apoio do senador Delcídio do Amaral. Parte da obra aproveitou o prédio do armazém da extinta Portobrás, onde já funcionaram agências de turismo e a Colônia dos Pescadores. As duas primeiras etapas incluíram a recuperação do prédio do armazém, a construção e urbanização da área externa – num total de 4.400 metros quadrados – e a implantação de um estacionamento.

O primeiro bloco é dotado de um auditório (com 160 lugares cada), seis salas de reuniões, cafeteria, choperia e restaurante, e integra a nova e moderna estrutura do Porto. Ainda foram realizadas a construção e urbanização da área externa e implantação de um estacionamento para 120 veículos. A Obra total está orçada em R$ 8 milhões. Metade do recurso foi captado junto ao Governo Federal, por meio de emendas parlamentares do senador Delcídio do Amaral e outros integrantes da bancada federal de MS. A Prefeitura entrou com a outra parte do investimento.

Hoje, as estão em suas duas últimas etapas, que incluem a execução do bloco dois, com um auditório para cerca de 700 pessoas, além do segundo estacionamento (com capacidade para 120 veículos de passeio e 10 ônibus), construção de passarela e guarita e compra de equipamentos para o auditório do bloco 2.

Somente nesta quarta etapa, segundo estacionamento e compra de equipamentos, os investimentos somam R$ 1.183.889,81. Desse total, R$ 975.000,00 vem de repasse do Governo Federal e R$ 208.889,81 são recursos próprios do Município. A conclusão de todos os serviços está prevista para junho de 2010.

Já a compra dos equipamentos do segundo bloco está na fase de processo de licitação. Ele terá um auditório para 700 pessoas, num espaço de 2,6 mil metros quadrados, com um palco de 152 metros quadrados para dança, shows e teatro, com sistema de acústica e tradução simultânea, além de quatro camarins, 10 banheiros, sala de imprensa, sala vip, sala de ensaios, salas de tradução, depósito, cabines de som e iluminação. O investimento para este auditório foi de R$ 3 milhões, sendo R$ 1,7 milhão da Prefeitura, e R$ 1,3 milhão vindos do Governo Federal, por meio de emenda do senador Delcídio do Amaral.

Inauguração

A programação de inauguração começa neste domingo e atravessa a semana. Somente hoje, além do ato, estão programados para a partir das 20h, recepção das autoridades e visitantes por parte de artistas caracterizados; apresentações com Estatua Viva; exposições de artes plásticas, fotografias e de serviços para congressos e feiras; feira de literatura com temas de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; apresentação do grupo de garçons cantores; visita ao interior das instalações; show musical com João Fígar, e um coquetel pantaneiro.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional