Seresta Especial de Dia dos Pais terá show de Moacyr Franco

 Divulgação

  

 Show de Moacyr Franco é uma das atrações da Seresta dos Pais

O ator e cantor Moacyr Franco é uma das atrações da Seresta Especial de Dia dos Pais. Realizado pela Prefeitura Municipal de Corumbá, através da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, o show acontece nesta sexta-feira, 7 de agosto, na Praça da Independência. A festa, organizada pela Superintendência de Cultura, terá também a apresentação de vários artistas locais e começa às 20 horas.

“A Noite da Seresta já é uma tradição e faz parte do calendário cultural da cidade”, destacou a superintendente de Cultura, Heloisa Helena da Costa Urt. O evento, que só neste ano já trouxe  a cantora paraguaia Perla (Dia dos Namorados) e Agnaldo Timóteo (Dia das Mães), foi idealizada pela administração do Prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT).

Moacyr Franco

Moacyr de Oliveira Franco nasceu em Ituiutaba, no dia 5 de outubro de 1936. Ele é ator, cantor, compositor e humorista brasileiro. Começou sua carreira na TV na segunda metade dos anos 50, na extinta TV Rio interpretando o personagem “Mendigo” no programa Praça da Alegria, de Manuel da Nóbrega. No início dos anos 60, Moacyr troca o Rio de Janeiro por São Paulo para trabalhar na TV Excelsior paulista. Nesta emissora, Moacyr solidifica sua característica de showman ao apresentar o programa Moacyr Franco Show, atração de grande sucesso de audiência e que chegou a ser transmitida a cores pelo sistema NTSC.

Anos depois Moacyr se transfere para a Tv Record, onde teve uma passagem breve, pois logo é contratado pela Rede Globo, em 1971. Em 1972 emplaca um dos seus grandes sucessos (A Rosa) na trilha sonora da novela “Uma Rosa com Amor”. Em 1977 Moacyr Franco se submete a uma delicada cirurgia no cérebro por conta de um aneurisma. Após superar o problema de saúde, Moacyr deixa a Globo e desembarca na Rede Tupi, onde emplaca a música “Sou Mais Um” na trilha sonora do remake de O Direito de Nascer, produzido pela Tupi em 1978. Devido aos problemas financeiros da Tupi, Moacyr ruma para TV Bandeirantes, comandada na época por Walter Clark. Em 1981 é contratado pelo recém nascido SBT.

Em 1982, Moacyr é eleito deputado federal pelo PTB de São Paulo. Em diversas entrevistas sempre demonstra arrependimento por sua passagem pela Câmara dos Deputados, debitando o declínio de sua carreira a sua passagem pelo parlamento. Como deputado, Moacyr apresentou o primeiro projeto referente a criação de cota para negros nas universidades púiblicas.

Após terminar seu mandato, em 1987, Moacyr volta à televisão. Primeiramente se apresentando como cantor nos programas do Chacrinha e Raul Gil e após como contratado da Rede Bandeirantes onde substitui Carlos Alberto de Nóbrega no comando do humorístico Praça Brasil. Após sair da Band, Moacyr volta a ficar afastado da televisão até retornar ao SBT onde se encontra até hoje.

Ele lançou vários discos (fez muito sucesso com a canção Balada número sete, homenagem ao jogador de futebol Mané Garrincha) , além de trabalhar nas principais emissoras do país apresentando, produzindo, escrevendo e atuando em diversos programas. Continua a seguir paralelamente a carreira de cantor, apresentando-se por todo o Brasil.

Na TV apresentou vários programas como Pequenos Brilhantes, A Mulher é um Show, Concurso de Paródias, Moacyr Franco Show e Moacyr TV, na Rede Globo (sempre tendo como redator o amigo de infância Gilberto Garcia, falecido em 1996) além de atuar nos humorísticos Meu Cunhado, ao lado de Ronald Golias, Ô… Coitado!, A Praça é Nossa (onde interpreta também o homossexual caipira Jeca Gay), SBT Palace Hotel entre outros. Participou também da versão da Rede Globo, Praça da Alegria, apresentada por Luís Carlos Miéli.

Rodrigo Nascimento-Subsecretaria de Comunicação Institucional