Prefeito destaca que parceiros foram fundamentais no programa

 Fotos: Marcos Boaventura

  
Prefeito agradeceu apoio de parceiros: foram fundamentais

A implementação do Projovem Trabalhador em Corumbá se deve também ao estabelecimento de parcerias importantes, principalmente a nível federal. Foi o que comentou o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, lembrando o apoio recebido de pessoas consideradas por ele como fundamentais para encaminhamento de todo processo: o presidente Lula, o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT), além do deputado estadual Paulo Duarte.

“O presidente Lula sempre demonstrou sensibilidade com relação a Corumbá. Foi assim com a inclusão da nossa cidade no Programa de Aceleração do Crescimento, quando todos nós sabíamos que, naquela fase, só entrariam cidades com população acima de 150 mil pessoas. Ele inseriu Corumbá e hoje, todos podem observar o resultado desse carinho que ele tem por nossa cidade. Agora, mais uma vez, contribui com o nosso desenvolvimento, através de um programa como este, que representa uma nova perspectiva de vida para a nossa juventude”, destacou.

Com relação ao deputado Dagoberto, foi taxativo ao afirmar que ele “contribuiu significativamente para a liberação dos recursos junto ao Ministério do Trabalho e Emprego. O convênio foi assinado em dezembro de 2008 e o deputado, nos apoiou, mantendo contatos em Brasília, para agilizar a liberação, importante para que iniciássemos este processo de capacitação”, destacou. Lembrou que isto foi possível também devido à aproximação do deputado com o ministro Carlos Lupi, que é presidente nacional do PDT, além de já ter contribuido com outros programas, caso específico de uma emenda parlamentar de R$ 500 mil para aplicação em obras de pavimentação e drenagem na cidade, incluída no Orçamento Geral da União (OGU) de 2009. “Estamos felizes com essa ação dele em nos auxiliar e certo de que virão muitas outras ações”, comentou.

O envolvimento de todos os parceiros e o trabalho sério de sua equipe, o faz prever êxito total do Projovem Trabalhador. “Temos um desafio pela frente que é inserir 30% desses jovens no mercado de trabalho. Não é só viabilizar o curso, mas garantir emprego ou mesmo assegurando que, a partir de então, possam desenvolver atividades relacionadas a todo aprendizado durante estes seis meses”, comentou, lembrando que almeja muito mais, ultrapassando a meta estabelecida pelo Governo Federal.

Acredita que isto será possível a partir dos cursos que estão sendo desenvolvidos através do Senac, outra grande parceiro, “uma instituição séria, que está conosco neste programa e que é importante para todo o processo”. Salienta que, com os ensinamentos, os mil jovens inscritos, após seis meses de intensa atividade, concluirão os cursos, se tornando futuros profissionais em áreas chaves, como Telemática, uma área de futuro; Construção e Reparos, importante na área de construção civil; Turismo e Hospitalidade, e Meio Ambiente”, concluiu.

  
Ruiter faz entrega do kit a Géssica Raquel de Oliveira

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional