Prédio de laticínio passa por reforma e adequação

 Marcos Boaventura

  
Usina será responsável pelo abastecimento de leite pasteurizado na cidade, garantindo saúde para a população

A Fundação Terra Pantanal foi criada na atual administração pelo prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), e assumiu os projetos de incentivo à produção local, entre eles o gerenciamento da Usina de Leite, que foi municipalizada em 2008. Além dos investimentos anunciados para atender os produtores nos assentamentos, o prédio da usina está sendo reformado e recebendo adequações para atender a demanda.

Ontem, terça-feira, o presidente da Fundação Terra Pantanal, Wilton Panovitch, visitou as instalações, acompanhado de técnicos da Fundação, para vistoriar as obras em andamento. Segundo ele, além da reforma e adequações que estão sendo feitas no prédio, os equipamentos da usina, localizada na entrada do assentamento Taquaral, serão vistoriados por um técnico especialista, para garantir o pleno funcionamento.

O presidente informa que um problema que chegou a causar a paralisação da usina, foi o primeiro a ser resolvido. “Já concertamos o sistema de cloração e teremos a visita de um técnico para vistoriar o restante dos equipamentos”, disse.

A usina conta com pasteurizador, embaladeira, iogurteira, resfriador, e outros equipamentos menores necessários para garantir a pasteurização do leite. O processo destrói microorganismos que possam estar presentes e garante que o produto esteja saudável para o consumo das famílias corumbaenses. 

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional