Gripe suína é tema de palestra para alunos e direção do CAIC

 Clóvis Neto
  

 Alunos do CAIC participam de palestra sobre prevenção à gripe suína

Equipe da Secretaria Executiva de Saúde Pública desenvolveu na manhã desta quarta-feira, uma ação voltada a alunos, professores, corpo diretivo e administrativo do CAIC Padre Ernesto Sassida. O foco foi o vírus Influenza A H1N1 – gripe suína, e faz parte de uma estratégia da Prefeitura Municipal, de prevenção à doença.

Foram duas palestras, uma direcionada aos alunos do turno matutino e a segunda a professores, diretoria e funcionários do estabelecimento de ensino. A coordenação dos trabalhos coube à enfermeira Keila Brito, coordenadora do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, auxiliada por uma equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Keila informou que o encontro com alunos e professores foi importante para esclarecer dúvidas sobre a doença, principalmente como se prevenir e os cuidados que devem ser tomados. Com o alunos, a enfermeira foi auxiliada por agentes do CCZ que, através de uma apresentação teatral, mostrou às crianças, uma forma mais simples de prevenir a doença.

Já com os professores e direção da escola, a palestra foi mais completa, inclusive com auxílio de vídeos. “Com os alunos foi um bate papo mais simples para que eles entendesse melhor as explicações. Já com os professores, o trabalho foi mais completo. O importante é que todos sejam multiplicadores e nos auxiliem nas ações de prevenção à gripe”, explicou Keila.

Escola atenta

A ação que acontece no Caic foi em atendimento a uma solicitação feita pela direção da escola. O diretor do estabelecimento, Odair Gonçalves Marques, explicou que algumas medidas já estão sendo adotadas, como atendimento imediato a alunos com sintomas de gripe. “Se uma criança estiver gripada, comunicamos a família para que sejam tomados os devidos cuidados médicos”, disse Odair, lembrando que, neste caso, o aluno é dispensado da aula, ficando de repouso.

Segundo ele, mesmo com todas informações veiculadas na imprensa a respeito da gripe, é importante um contato como este de hoje, de pessoas ligadas ao setor da saúde pública, com alunos, professores e funcionários administrativos da escola. “Desde que começou o problema, estamos tomando cuidados necessários. Estamos na fronteira com a Bolívia e o trânsito de alunos é intenso do outro lado da fronteira. Por isto solicitamos esta palestra”, explicou.

Segundo ele, cerca de 35% dos alunos que estudam no CAIC, mesmo com nacionalidade brasileira, são filhos de bolivianos e residem nas cidades que fazem fronteira com o Brasil. “É importante tomarmos todos os cuidados, conversar com os alunos, prevenir. Isto está sendo feito com frequência e, através destas palestras, reforçaremos o trabalho na escola”, disse, lembrando que os alunos dos períodos vespertino e noturno também serão atendidos com as palestras.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional