Festa dos 231 anos inclui inauguração do Centro de Convenções

 Marcos Boaventura

  
Centro proporciona um belo visual do por do sol corumbaense

A Prefeitura de Corumbá está preparando, como parte das comemorações do aniversário de 231 anos da cidade, uma intensa programação para inaugurar o Centro de Convenções do Pantanal Miguel Gomez, um empreendimento com potencial para atrair eventos e congressos para a cidade, consolidando o turismo de negócios. De acordo com a presidente da Fundação de Cultura e Turismo do Pantanal, Lígia Baruki, vão ser cinco dias de programação, e a inauguração será no dia 20 de setembro, véspera do aniversário da cidade, com a presença de autoridades locais e estaduais.

As obras do centro, localizado no Porto Geral, às margens do Rio Paraguai, estão na terceira e última fase, que inclui a construção do segundo estacionamento (com capacidade para 120 veículos de passeio e 10 ônibus), construção de passarela e guarita e compra de equipamentos para o auditório do bloco 2.

Somente nesta etapa, os investimentos somam R$ 1.183.889,81. Desse total, R$ 975.000,00 vem de repasse do Governo Federal e R$ 208.889,81 são recursos próprios do Município. Esta é a última etapa da construção do centro, que tem potencial para atrair um novo de visitante para a cidade, os que participam de eventos e convenções, consolidando o chamado turismo de negócios. A conclusão de todos os serviços está prevista para junho de 2010.

A compra dos equipamentos para o auditório do bloco 2 está na fase inicial do processo de licitação. É ao lado desse bloco que está em construção o novo estacionamento, para atender os participantes dos eventos que serão realizados no auditório, cuja capacidade para 700 pessoas. O espaço, de 2,6 mil metros quadrados, tem um palco de 152 metros quadrados para dança, shows e teatro, com sistema de acústica e tradução simultânea, além de quatro camarins, 10 banheiros, sala de imprensa, sala vip, sala de ensaios, salas de tradução, depósito, cabines de som e iluminação.

O investimento para este auditório foi de R$ 3 milhões, sendo R$ 1,7 milhão da Prefeitura, e R$ 1,3 milhão vindos do Governo Federal, por meio de emenda do senador Delcídio do Amaral.

A obra foi iniciada no final de 2008 e a previsão é que esteja concluída em dezembro. Na área, serão implantadas ainda palmeiras, mirantes e monumentos em homenagem aos imigrantes e aos pescadores.

A obra

O Centro de Convenções começou a ser construído em 2006. Parte da obra aproveitou o prédio do armazém da extinta Portobrás, onde já funcionaram agências de turismo e a Colônia dos Pescadores. As duas primeiras etapas incluíram a recuperação do prédio do armazém, a construção e urbanização da área externa – num total de 4.400 metros quadrados – e a implantação de um estacionamento para 240 veículos.

O primeiro bloco é dotado de um auditório (com 160 lugares cada), seis salas de reuniões, cafeteria, choperia e restaurante, e integra a nova e moderna estrutura do Porto. Ainda foram realizadas a construção e urbanização da área externa – num total de 4.400 metros quadrados – e implantação de um estacionamento para 120 veículos.

Antonio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional