Moradores comemoram obra ‘desacreditada’ por todos

 Foto: Marcos Boaventura/PMC

  
No passado, motivo de protesto. Hoje, uma realidade

A desconfiança faz parte do passado. O mesmo pode-se dizer dos muros pichados, uma cobrança à retomada de uma obra paralisada oito anos atrás. Quem comprova isto é Mariano Ferreira, 56 anos. Ele, dois anos atrás, adquiriu um imóvel na rua 21 de Setembro e, agora, comemora. A via faz parte do trajeto do anel viário e já está pavimentada.

“A população não acreditava mais que esta obra sairia, que aqui passaria o asfalto. Houve até protesto. Hoje não, está tudo diferente. A rua já está asfaltada e isto é progresso para nós”, comentou, para em seguida afirmar que “somente comprei a casa, dois anos atrás, porque ficamos sabendo que a obra seria realizada, isto já na administração do prefeito Ruiter”, ressaltou.

Segundo Mariano, os moradores da rua 21 de Setembro fizeram constantes manifestos na época em que a obra foi paralisada. O fato é comprovado por outra moradora da região e que tem um pequeno comércio no local, Anadir Nunes da Cruz, 71 anos. “Agora dá para acreditar”, diz ela, observando o asfalto, lembrando a época em que “comia muita poeira”.

Anadir recorda que, em época de chuva, a rua ficava intransitável. Na seca, ocorria ao contrário. “Era muita poeira. Isto prejudicava o meu comércio. O pessoal não aguentava ficar aqui. Ia logo embora. Agora, tudo está mudando”, diz.

A mesma confiança demonstra sua vizinha Irma Vargas, 68 anos. “Já não esperava mais o asfalto. Agora sim, dá para acreditar. Vai melhorar muito para todos aqui. Vamos ficar livre da poeira, principalmente”, comentou.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Institucional