Alunos da Reme retornam às aulas de olho no Ideb

Mais de 17,3 mil alunos da Rede Municipal de Ensino (Reme) estão retornando aos bancos escolares esta semana em Corumbá, para cumprimento do segundo semestre. Pela frente, dois grandes desafios: Prova Brasil, prevista para outubro, e o Sistema de Avaliação do Ensino Fundamental, em novembro, fundamentais para atingir um bom resultado no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que mede a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino.

Na manhã de hoje, terça-feira, o secretário executivo de Educação, professor Hélio de Lima, explicou que, por orientação do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), a Prefeitura está proporcionando todas as condições necessárias para melhoria da qualidade de ensino em Corumbá.

“Ontem (segunda-feira), a Câmara de Vereadores aprovou um projeto de lei encaminhado pelo prefeito, concedendo reajusta salarial aos servidores. Os professores, hoje, com carga de 20 horas/aula, estão com um salário acima do piso nacional de professor com carga de 40 horas/aula, que é de R$ 950,00”, disse Hélio de Lima.

Ele lembra que o professor, em início de carreira, com carga de 20 horas/aula, com o reajuste, vai para R$ 1.162,50. “São incentivos importantes, tudo pensando em melhorar a qualidade de ensino”, explicou Hélio.

Conforme ele, o processo dentro da Reme, passa também para capacitação do profissional da educação. Ontem, segunda-feira, a Prefeitura realizou uma capacitação no Espaço Educacional, como parte da Formação Continuada, para todos os professores da Rede.

As palestras foram proferidas por Cláudio Schubert, com doutorado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que focou questão ética profissional e motivação e melhoria da qualidade de ensino.

Hélio informou que tudo faz parte de um trabalho de valorização do profissional da educação, que refletirão num melhor aprendizado por parte dos alunos da Rede Municipal. “Foram duas palestras importantes”, argumentou o secretário que aproveitou o encontro para um contato direto com a categoria, para focar um assunto importante, a gripe suína.

“Levamos a mensagem do prefeito Ruiter, que está permitindo todas as condições necessárias para um ensino de melhor qualidade, como também aproveitamos para abordarmos este assunto importante e preocupante, que é a gripe suína”, disse Hélio. Segundo ele, a orientação é para que os professores tenham todos os cuidados necessários em relação à doença, pregando principalmente os hábitos de higiene.

Segundo semestre

Das 21 escolas da Rede Municipal, incluindo a zona rural, em onze, o segundo semestre já foi iniciado. Começou pela Escola Municipal Rural Paiolzinho, ontem, segunda-feira. Hoje, o processo foi desencadeado nas escolas Ângela Maria Perez, CAIC, Tilma Fernandes Veiga, Rachid Bardauil, Luis Feitosa Rodrigues, e nas escolas rurais Eutrópia Gomes Pedroso, Monte Azul, Luis de Albuquerque, Porto Esperança e Carlos Cárcano.

Para amanhã, quarta-feira, o segundo semestre começa nas escolas Almirante Tamandaré, Barão do Rio Branco, José de Souza Damy, Clio Proença, Delcídio do Amaral, Cássio Leite de Barros, Ciríaco Félix de Toledo, Izabel Corrêa de Oliveira, Fernando de Barros e Pedro Paulo de Medeiros.

Antônio Carlos – Subsecretaria de Comunicação Social