Tarifa de ônibus tem novo valor a partir de hoje

Começa a valer hoje a nova tarifa de ônibus urbano em Corumbá. O valor passa de R$ 1,70 para R$ 2,00, conforme decreto municipal publicado na quinta-feira. O preço foi corrigido após 6 anos sem mudança da tarifa.

A definição do valor foi baseada em um estudo realizado pela Administração Municipal que levou em conta o número de usuários do serviço, os gastos da empresa concessionária com combustível e salários, a quantidade de gratuidades e a distância rodada pelos veículos diariamente, dentre outros critérios.

Desde 2003, quando havia sido autorizado o último reajuste, houve vários acréscimos no preço do diesel, dos componentes dos veículos, como os pneus, e ainda alterações nos itinerários das linhas urbanas, ampliando os custos da empresa concessionária do serviço, a Canarinho.

O reajuste autorizado em Corumbá ficou abaixo dos principais índices de inflação do País. O IGPM (Índice Geral de Preços ao Mercado), calculado pela Fundação Getúlio Vargas, por exemplo, revelou que para corrigir a inflação do período a tarifa deveria ter acréscimo de 41%, chegando a R$ 2,40. O estudo realizado pela Administração Municipal recomendou a adoção de R$ 2,00 para a passagem, uma correção de 17%.

A situação de Corumbá é pouco vista em outras cidades, que costumam ter reajuste anual para o transporte coletivo. Na Capital do Estado, Campo Grande, entre 2003 e 2009, a tarifa de ônibus urbano aumentou de R$ 1,70 para até R$ 2,50, uma vez que o preço é menor para usuários que compram um cartão magnético (R$ 2,30).

Em Dourados, onde o reajuste anual passa a valer neste domingo, o preço da passagem é de até 2,30. A nova tarifa em Corumbá é inferior, também, ao valor que é cobrado pelo trecho entre Corumbá e Ladário, de R$ 2,30, definido pela Agepan (Agência Estadual Reguladora de Serviços Públicos).

Para autorizar a correção na tarifa, um dos fatores importantes avaliados foi o compromisso da empresa concessionária de aumentar os salários dos trabalhadores no transporte coletivo, sem reajuste já há bastante tempo.

Por mês, 210 mil passageiros utilizam o transporte coletivo de Corumbá. Por dia, são 6,7 mil passageiros. Idosos e pessoas com deficiência não pagam passagem, em cumprimento à legislação, e um total de 9,7 mil estudantes pagam meia. Há, ainda, um projeto de lei aprovado prevendo passe-livre para os estudantes. A Agetrat (Agencia Municipal de Transporte e Trânsito), que regula o serviço, está desenvolvendo um estudo para definir como será feita a implantação de mais esse benefício.