Para moradora, obra vai acabar com isolamento do bairro

 Prefeitura de Corumbá

  
Maria José e Rosana: asfalto é sonho realizado

O sonho de Maria José Ribeiro, 70 anos, está sendo realizado. Moradora na rua Ciríaco de Toledo, no Bairro Aeroporto, ela sempre dizia que, ainda em vida, veria o asfalto passando em frente à sua residência, colocando um ponto final a um drama não só dela, mas de seu marido, Edmundo Ribeiro Dias (Sakima), 77; da filha Rosana Marques, 41 anos, e de toda uma comunidade de uma região localizada próximo ao centro da cidade, mas que, durante décadas, ficou no isolamento.

Na manhã de ontem, terça-feira, Maria José, Sakima e Rosana estavam em frente à residência, observando as máquinas da empreiteira contratada pela Prefeitura, executando serviços de terraplanagem, preparando o trecho para o pavimento asfáltico. Mais acima, podiam observar parte das quadras já asfaltadas, cinco de um total de 26, benfeitoria que vai mudar radicalmente o visual do bairro.

Rosana demonstrava confiança. Disse que era uma antiga reivindicação de toda a comunidade. “Há muito tempo estamos batalhando por isso. Felizmente, estamos sendo atendidos e o asfalto está saindo”, comentou, destacando que seu pai reside no local há 64 anos e foi um dos primeiros a habitar o bairro.

Segundo a moradora do Aeroporto, o drama de toda a comunidade é muito antigo. “Quando chovia, ficávamos isolados. Não podíamos sair de casa. Havia um minadouro na rua de cima (Campo Grande com a Ciríaco) que inundava tudo. A rua de baixo (Duque de Caxias) também ficava intransitável. Não dava para meus pais saírem de casa. Agora, tudo vai melhorar”, comemorou.

Segundo a filha de Maria José e Sakima, o problema não se resumia apenas às inundações, ruas intransitáveis e muita poeira em período de seca. Os moradores conviviam com um outro drama: violência. “Como as ruas ficavam intransitáveis, sem movimento, os moradores ficavam vulneráveis aos marginais. Não tínhamos segurança. Agora, com o asfalto, vai aumentar o fluxo de carros, de pedestres e isto garante mais segurança para todos. Não ficaremos mais isolados”, enfatizou.

Rosana confidenciou que uma sobrinha , moradora no bairro há um ano, pensou até em se mudar, após ter sua residência invadida por marginais. “Fizeram uma limpeza”, diz.

Agora, afirma que sua parente já pensa contrário. “Ela vai continuar no bairro. O asfalto muda tudo. Primeiro, representa mais saúde para a população. Em segundo lugar, fica mais seguro, atrai novos habitantes, novas casas serão construídas. O Aeroporto é um bairro bom e, com o asfalto, tem tudo para ser povoado”, observa, lembrando que a obra é a realização de um sonho da mãe. “Ela sempre falou que, antes de morrer, veria o asfalto passando em frente à sua casa. Isto está acontecendo”, confidenciou.

Nos links abaixo, mkais informações sobre a obra.

http://www.corumba.ms.gov.br/modules/news/article.php?storyid=6088

http://www.corumba.ms.gov.br/modules/news/article.php?storyid=6090