Curso para enfrentamento ao tráfico de pessoas segue até dia 19

Corumbá sedia até amanhã, 19 de junho, a segunda etapa do curso de capacitação para o enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. Voltado para integrantes das redes de proteção social do Brasil e da Bolívia, o treinamento é uma das ações do “Projeto Direito de Ir e Vir” e objetiva a formar técnicos para atuação no setor e a elaboração de estratégias conjuntas de prevenção e atendimento a vítimas do crime. A primeira capacitação foi realizada em outubro do ano passado.

O curso discute questões ligadas aos Direitos Humanos e o Tráfico de Pessoas, ligadas diretamente aos eixos: modalidade; conjuntura atual e articulação brasileira no enfrentamento a esse tipo de crime; formatação de políticas públicas e princípios norteadores para o atendimento às pessoas em situação de Tráfico. O treinamento acontece na Unidade II da Escola Tenir, na rua  Tenente Melquíades de Jesus, 700, no período das 08h às 11h30 e das 13h30 às 17 horas.

A formação também revisa o plano de trabalho elaborado no primeiro curso. Serão revistas as propostas e discutidos os avanços e desafios encontrados no enfrentamento. O curso de enfrentamento conta com apoio da Prefeitura Municipal de Corumbá por meio da Gerência de Articulação das Políticas Públicas da Mulher, ligada a Subsecretaria de Ações da Cidadania, pasta vinculada à Secretaria Municipal de Promoção da Cidadania.

As ações de enfrentamento ao tráfico no Mato Grosso do Sul são desenvolvidas pelo Instituto Brasileiro Pró Sociedade Saudável (IBISS/CO) com financiamento da Secretaria Especial de Políticas para Mulher da Presidência da República e apoio do Comitê de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas de Mato Grosso do Sul (CETRAP/MS).

O tráfico de pessoas é um crime rentável que atinge vítimas em todo o mundo e inclui o recrutamento de pessoas de todas as idades, classes sociais, gênero e orientação sexual para fins que vão desde a exploração sexual comercial, trabalho escravo, adoção ilegal, venda de órgãos até casamento servil.