Sociólogo é destaque na conferência sobre protagonismo juvenil

 Divulgação

  
Palestra de Jacobo marca encerramento da conferência

A III Conferência de Promoção ao Protagonismo Juvenil que acontece em Corumbá no período de 18 a 22 de maio, terá a participação do sociólogo e mestre Júlio Jacobo. Ele estará na cidade no dia 22, encerramento do evento, para proferir uma palestra enfocando o tema “A violência e seus efeitos na população jovem”. Estará acompanhado do deputado Paulo Duarte.

A conferência será aberta na segunda-feira, dia 18, e integra a Semana de Incentivo ao Protagonismo Juvenil, um dos eixos do Plano Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A solenidade será às 19h, no Espaço Educacional, e é uma realização da Prefeitura Municipal, através das Secretarias de Ações Sociais e de Promoção da Cidadania, coordenada pela Secretaria Executiva de Assistência Social.

Corumbá será a segunda cidade do Estado a ser visitada pelo sociólogo e mestre Júlio Jacobo. Ao lado do deputado Paulo Duarte, ele iniciou um trabalho no mato Grosso do Sul, abordando, através de palestras, “A juventude e seus efeitos na população jovem”. Antes da Capital do Pantanal, Jacob esteve em Campo Grande, participando de seminário com o mesmo tema, promovido pelo deputado em parceria com o Fórum de Gestores de Juventude de Mato Grosso do Sul, realizado na Assembléia Legislativa.

Julio Jacobo Waiselfisz é um especialista sobre a juventude, com diversas publicações sobre educação, violência, comportamento entre outros. É diretor de Pesquisa do Instituto Sangari; ex-Coordenador Regional da UNESCO em Pernambuco; ex-Coordenador de Pesquisa e Avaliação do setor de Desenvolvimento Social da UNESCO/Brasil; licenciado em Sociologia pela Universidade Buenos Aires e Mestrado em Planejamento Educacional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Além disso, exerceu atividades docentes em diversas universidades latino americanas; foi consultor de organismos internacionais como o PNUD, a OEI e o IICA. Implantou o sistema de avaliação de ensino público no Brasil (convênio MEC/ IICA/PNUD) e em Pernambuco (convênio UNESCO/ Governo do Estado de PE / Secretaria de Educação).

Dentre as suas mais recentes publicações destacam-se o “Mapa da Violência IV: Os Jovens do Brasil” (Brasília; UNESCO, Instituto Ayrton Senna, Secretaria Especial de Direitos Humanos, 2001); “Revertendo Violências, Semeando Futuros” (Brasília, UNESCO, 2003); “Mapa da violência de São Paulo” (Brasília, UNESCO, Série Debates VII, 2005); “Relatório de Desenvolvimento Juvenil 2006” (Brasília OIE, 2003); “Mapa da Violência 2006’ (Brasília, OEI, 2006); “Mapa da Violência dos Municípios Brasileiros” (Brasília, OIE, 2007), e o “Lápis, Borracha e Teclado: Tecnologia da Informação na Educação, Brasil e América Latina” (Brasília, Ritla, MEC, Instituto Sangari, 2007).

Duarte

Autor do pedido de regulamentação da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para a Juventude de Mato Grosso do Sul, proposto à Assembléia Legislativa, o deputado Paulo Duarte está se destacando na discussão em torno de políticas públicas para a juventude.

É de autoria dele o requerimento solicitando a criação da Frente Parlamentar da Juventude; representou a Assembléia na comissão organizadora da Conferência Estadual da Juventude; apresentou emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) alterando os repasses à Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e devolvendo a autonomia da Universidade, além de reivindicar espaço para ressocialização de jovens infratores e proposto discussão, através de seminário, sobre a violência envolvendo jovens no Estado.

Paulo Duarte é formado em economia, é fiscal de rendas de carreira e tem mais de 20 anos dedicado ao serviço público. Já ocupou cargos de chefia na Secretaria de Fazenda, integrou a equipe do ex-governador Zeca do PT, assumindo a Superintendência de Administração Tributária em 1999.

De 2000 a 2002 foi secretário estadual da Fazenda e, por dois anos (2003 a 2004), comandou a Secretaria de Coordenação Geral de Governo. Nos dois anos seguintes assumiu a Secretaria de Infra-estrutura e Habitação.

Foi o segundo deputado estadual mais votado nas eleições de 2006. Está em seu primeiro mandato e nestes dois anos e meio na Assembléia tem atuado em defesa do consumidor, nas questões de gênero e juventude.