Corumbá abre conferência de promoção ao protagonismo juvenil

Será aberta nesta segunda-feira, 18, a III Conferência de Promoção ao Protagonismo Juvenil. O evento é uma realização da Prefeitura Municipal de Corumbá e integra a Semana de Incentivo ao Protagonismo Juvenil, um dos eixos do Plano Nacional de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A solenidade acontece às 19h, no Espaço Educacional.

A conferência é uma ação conjunta das Secretarias de Ações Sociais e de Promoção da Cidadania, coordenada pela Secretaria Executiva de Assistência Social. A abertura marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. As atividades acontecem até o dia 22. Serão cinco dias de muita discussão, palestras e debates.

Destaque na abertura será a repactuação do Plano Municipal de Enfrentamento ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em parceria com o PAIR (Programa de Ações Integradas e Referenciais de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil) e a Gerência de Políticas Públicas para Juventude.

A programação prevê ainda para os dias 19 e 20 de maio, nos períodos matutino e vespertino, oficinas de danças, basquete, skate, teatro, cinema e grafitagem, ministradas por voluntários e jovens que já desenvolvem ações de protagonismo. As atividades acontecem em pólos (escolas ou instituições voluntárias) fixados nos diversos pontos estratégicos da cidade.

Para os dias 21 e 22 os jovens participarão de grupos de trabalho através de palestras com temas que servem de base à formação do jovem protagonista. Temas tratados serão saúde, cidadania, políticas públicas e direito. As atividades acontecem no Colégio Santa Tereza.

Sociólogo

No dia 22, às 19h30, no Auditório Salomão Baruki, será realizada uma palestra voltada à sociedade sobre a temática “A violência e seus efeitos na população jovem”, a cargo do deputado estadual Paulo Duarte e do sociólogo Júlio Jacobo.

Corumbá será a segunda cidade do Estado a ser visitada pelo sociólogo. Ao lado do deputado Paulo Duarte, ele iniciou um trabalho no Mato Grosso do Sul. Antes da Capital do Pantanal, Jacob esteve em Campo Grande, participando de seminário com o mesmo tema, promovido pelo deputado em parceria com o Fórum de Gestores de Juventude de Mato Grosso do Sul, realizado na Assembléia Legislativa.

Julio Jacobo Waiselfisz é um especialista sobre a juventude, com diversas publicações sobre educação, violência, comportamento entre outros. É diretor de Pesquisa do Instituto Sangari; ex-Coordenador Regional da UNESCO em Pernambuco; ex-Coordenador de Pesquisa e Avaliação do setor de Desenvolvimento Social da UNESCO/Brasil; licenciado em Sociologia pela Universidade Buenos Aires e Mestrado em Planejamento Educacional pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Além disso, exerceu atividades docentes em diversas universidades latino americanas; foi consultor de organismos internacionais como o PNUD, a OEI e o IICA. Implantou o sistema de avaliação de ensino público no Brasil (convênio MEC/ IICA/PNUD) e em Pernambuco (convênio UNESCO/ Governo do Estado de PE / Secretaria de Educação).

Dentre as suas mais recentes publicações destacam-se o “Mapa da Violência IV: Os Jovens do Brasil” (Brasília; UNESCO, Instituto Ayrton Senna, Secretaria Especial de Direitos Humanos, 2001); “Revertendo Violências, Semeando Futuros” (Brasília, UNESCO, 2003); “Mapa da violência de São Paulo” (Brasília, UNESCO, Série Debates VII, 2005); “Relatório de Desenvolvimento Juvenil 2006” (Brasília OIE, 2003); “Mapa da Violência 2006’ (Brasília, OEI, 2006); “Mapa da Violência dos Municípios Brasileiros” (Brasília, OIE, 2007), e o “Lápis, Borracha e Teclado: Tecnologia da Informação na Educação, Brasil e América Latina” (Brasília, Ritla, MEC, Instituto Sangari, 2007).