Ruiter assina protocolo para viabilizar acesso às universidades

 Prefeitura de Corumbá

  
Prefeito participou da abertura de conferência na noite de ontem

Os prefeitos Ruiter Cunha de Oliveira (Corumbá) e José Antônio Assad e Faria (Ladário) assinaram um protocolo de intenções com o instituto Educafro (Educação e Cidadania de Afro-descendentes e Carentes) que objetiva a viabilização do acesso ao ensino superior para corumbaenses e ladarenses afrodescendentes e pobres.

A assinatura aconteceu, na noite desta quinta-feira, 02 de abril, antes da palestra do fundador e diretor-executivo da Educafro, frei franciscano David Raimundo dos Santos. O religioso fez a palestra de abertura da segunda Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial. O tema apresentado foi “O avanço das lutas por ações afirmativas no Brasil”.

Ainda em fase de avaliação, a proposta tem como metas a implantação de uma rede de cursinhos pré-vestibulares comunitários – que já são oferecidos pela Educafro – e a cessão, por parte do instituto, de bolsas de estudo em universidades do Rio de Janeiro e São Paulo. Depois de formados, os beneficiados, teriam como compromisso desenvolver o trabalho na cidade por um determinado período. 

Frei David, que assinou o termo representando a Organização Não Governamental, explicou que a Educafro recebe bolsas de estudo para vários cursos e a cessão de um número pré-determinado não seria problema. Um estudo, feito pela Prefeitura, definiria quais áreas do conhecimento seriam beneficiadas.

“As perspectivas que esse protocolo nos traz são grandes. O projeto ainda está em uma fase muito incipiente, mas vai avançar. Vamos conseguir colaborar para que as pessoas beneficiadas, por esta parceria, tenham condições de se capacitarem para o mercado de trabalho”, declarou o prefeito Ruiter Cunha.

Na avaliação do prefeito, o Poder Executivo tem a missão de “formar cidadãos” e a iniciativa dará condições de se capacitarem e “concretizarem o sonho da melhoria na qualidade de vida”. Ruiter destacou que mesmo não sendo obrigação constitucional da Prefeitura, uma das políticas trabalhadas por sua gestão visa investir e qualificar a educação. “O Município investe no ensino fundamental e agora começa a criar condições para o ingresso no ensino superior”, finalizou o chefe do Executivo corumbaense.