Marinha e Exército apóiam Prefeitura em ações da saúde

A Marinha e o Exército Brasileiro são parceiros da Prefeitura Municipal de Corumbá no combate a doenças endêmicas. Integrantes das forças armadas estão reforçando as equipes da Secretaria Executiva de Saúde Pública nas ações de combate à dengue e à raiva, dando assim, continuidade a uma parceria que já vem desde 2005, início da administração do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira (PT), que está em seu segundo mandato.

Contra a dengue, 20 voluntários da Marinha do Brasil estão reforçando duas equipes de agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses, na campanha contra a dengue. A estratégia é visitar todos os imóveis existentes na região central da cidade, orientando os moradores e eliminando focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

Os trabalhos foram iniciados na semana passada após uma rápida capacitação dos militares, na Escola Municipal Clio Proença. No total, foram treinados 50 integrantes do corpo da Marinha do Brasil. Desses, 30 iniciam nesta segunda-feira, ações contra a dengue em Ladário.

A campanha contra a dengue acontece em toda a cidade, num verdadeiro mutirão de limpeza, visando eliminação de focos de proliferação do mosquito. Enquanto as duas equipes atuam no centro, outros agentes estão trabalhando em regiões estratégicas, com grande número de notificações como na Popular Velha, Aeroporto, Dom Bosco, Generoso, Arthur Marinho, Beira Rio, Cervejaria, Maria Leite, Popular Nova, Centro América, Universitário e parte do Cristo Redentor, Previsul Nossa Senhora de Fátima.

Raiva

Ao mesmo tempo, soldados do Exército Brasileiro estão apoiando os trabalhos de vacinação de animais (cães e gatos) contra a raiva. São 20 voluntários que, antes, estavam integrando as equipes da dengue e, após capacitação, iniciaram a imunização contra raiva animal. Nesta segunda-feira, estarão atuando nos bairros Centro América e Previsul.

Para o prefeito Ruiter Cunha, a participação da Marinha e do Exército Brasileiro, é importante para o sucesso das ações desenvolvidas pela Administração Municipal não só na área urbana, mas também na zona rural, em especial na região ribeirinha. “Graças a essa cooperação as ações de saúde, educação e assistência social do poder público tem chegado a estas comunidades”, ressalta.