Corumbá celebra hoje, o Dia de Luta dos Povos Indígenas

Solenidade programada para às 19h30, no Centro Popular de Cultura, Esporte e Lazer Nação Guató, marca hoje, segunda-feira, o Dia de Luta dos Povos Indígenas, em Corumbá. As atividades estão sendo organizadas pela Prefeitura Municipal, através da Subsecretaria de Ações da Cidadania, ligada à pasta da Secretaria de Promoção da Cidadania. Um dos destaques serão a apresentação do filme 500 Almas, do cineasta Joel Pizzini, que estará presente ao ato.

O evento, conforme o subsecretário Arturo Ardaya, além de fomentar a discussão sobre a integração social dos povos indígenas, “será uma ótima oportunidade para rever o documentário, bastante elogiado em todo o mundo”.

O documentário discute o delicado processo de reconstrução da memória e da identidade dos índios Guató, tribo nômade dada como extinta. Num recenseamento realizado pelo Império no século 19, a tribo, do Pantanal, somavam 500 pessoas. Hoje, o número permanece mais ou menos o mesmo, mas muitos deles estão aculturados, vivendo na periferia das cidades pantaneiras. O número dos que ainda falam a língua nativa não chega a trinta.

Um detalhe especial é que o palco da apresentação será o Centro Popular que passará a se chamar “Nação Guató”, conforme projeto de autoria do deputado estadual Paulo Duarte (PT), aprovado na Assembléia Legislativa, e que deve ser sancionado pelo Governo do Estado.