Banda Grass é uma das atrações musicais na abertura do FAS

A banda Grass é uma das atrações musicais na abertura do 6º Festival América do Sul (FAS) que acontece hoje, 29. O show vai acontecer às 22h, no Palco Brasil, localizado na avenida General Rondon. O Festival acontece até o dia 3 de maio e neste ano o festival traz novidades em sua infra-estrutura e parcerias.

Grande parte da programação estará concentrada no perímetro da praça Generoso Ponce, onde serão montados o Palco das Américas, o Palco Brasil e Pavilhão do Artesanato. Além disso, diversas atividades serão realizadas em parceria com o Memorial da América Latina, a Casa Wanderlei & Baís e o Moinho Cultural Sul-Americano.

Criada em 1998, a banda Grass caracteriza-se pelas novidades sonoras e pelas mensagens que destacam importantes temas sociais. Em novembro de 2008 a banda lançou seu primeiro CD, intitulado “O Novo Dia”, no projeto Cena Som da FCMS. Atualmente ela é composta por Rodrigo “Guigz” Estrada (voz), Leandro Perez (violão/guitarra), Lu Sá (baixo), Fred Tico (percussão eletrônica), Joãozinho (percussão orgânica) e Felipe Nahas (bateria).

O repertório do novo título tem pitadas ardentes de samba à beats apimentados de hip hop. Músicas autorais dão o tom do novo CD, entre elas: “O Drible”, “Porta Bandeira”, “Limite de Espera”, “A Voz”, “Cultural Brasileira”, “Comentário Geral”, “Fortalecendo as Partes”e “Sambamente”, que retratam a energia e a “cara” da banda ao vivo. O cd “O novo Dia” tem o selo da própria banda chamado Latinatividade.

A grande inovação da Grass é a introdução dos beats eletrônicos que fazem da sua “cozinha”, composta por Fred Tico e DJ Magão (percussão e scratches), uma das mais criativas do Brasil. A mistura das raízes brasileiras também é encontrada com os grooves de funk. Durante a apresentação no 6º FAS, o público vai conferir a música de trabalho do novo cd, a canção “Vai Valer a Pena” que já começa a transitar pelas freqüências sonoras das rádios campo-grandenses e “Ladeira”, que remete a vida dura do “moleque trabalhador brasileiro”. (Assessoria FAS)