Argentina En Concierto, atração desta sexta-feira no Festival

Argentina En Concierto é o espetáculo do terceiro dia da 6ª edição do Festival América do Sul, nesta sexta-feira, 1° de maio. A apresentação acontece às 23h no Palco das Américas, localizado na praça Generoso Ponce, em Corumbá. O espetáculo especial reunirá três artistas argentinos de renome internacional em uma apresentação única, entitulada En Concierto: Leon Gieco, Teresa Parodi e Victor Heredia se apresentam com a Banda que acompanha a cantora Mercedes Sosa (Ordem do Mérito Cultural 2008) há mais de uma década.

Em Concierto é um espetáculo que traz os grandes sucessos que ganharam o mundo na voz de Mercedes Sosa. As músicas são interpretadas pela elite da música folclórica e popular argentina, regida pela banda de Mercedes, responsável pelos arranjos de seu último Cd, com a direção artística do maestro Poppi Spatocco (piano e direção musical), Jorge Giuliano (guitarra), Carlos Genoni (baixo) e Rubén Lobo (bateria e percussão).

Leon Gieco

Raúl Alberto Gieco, mais conhecido como Leon Gieco, é um músico e cantor popular argentino, compositor e intérprete. Nasceu em 20 de novembro de 1951 em uma chácara perto de Cañada Rosquín, no centro da província de Santa Fé (Argentina). Começou a trabalhar aos 8 anos e em 1959, conseguiu comprar a primeira guitarra.

No verão de 1969, após ganhar seu primeiro concurso musical, viajou pela primeira vez a Buenos Aires com a sua guitarra no ombro e quase nenhum dinheiro. Mas foi nesta época que começou a interagir com o meio artístico e se tornar conhecido. Em novembro de 71 realiza a primeira grande apresentação Barock Festival II e, em seguida, o “Acusticazo”. Após o sucesso de seu primeiro disco, Leon ganha espaço e começa a ser chamado como “Bob Dylan da Argentina”.

Sua música tem como forte característica a mistura do tempero folclórico com o rock argentino e pelas conotações sociais e políticas de suas canções em favor dos direitos humanos e solidariedade pelos excluídos.

Teresa Parodi

Nascida em 30 de dezembro de 1947, aos nove anos começou a estudar violão e canto com o professor Blas Bejamín de la Veja. Integrou o quinteto do maestro Piazzolla, como cantora convidada, realizando turnês pelo interior da Argentina.

Seu trabalho solo começou, realizando recitais em distintos teatros da Capital Federal.Em 1984, participa pela primeira vez do Festival Nacional de Folclore Cosquín, e obtém o Prêmio Consagração. Grava um álbum que ganha Disco de Outro, Disco de Platina e Disco Platina Duplo. Dois anos depois, apresenta-se no Luna Park de Buenos Aires, pela Segunda vez e novamente é premiada como Disco de Ouro.

Foram muitas premiações de reconhecimentos durante a carreira de Teresa Parodi. Atualmente, está no seu vigésimo quarto disco e se recorda de pelo menos 400 de suas inúmeras canções que ganharam o país, com ela e de sua banda.

Victor Heredia

Nasceu em Buenos Aires em janeiro de 1947. Começou estudando música e compondo e rapidamente estava em várias rádios, programas de televisão e festivais. Seu disco “El viejo Matias”, superou a faixa de 500 mil cópias vendidas.

Em 1972 ganhou, no Peru, o prêmio de Melhor Intérprete. Durante os anos de 1972 e 73 compôs para com poemas de Pablo Neruda e em 1975 realizou uma turnê que passou pela Venezuela, Colômbia e México. Em 78 se exilou na Espanha onde gravou discos memoráveis.

Em 1988 convidado por Mercedes Sosa para apresentar-se pela primeira vez no Carneghie Hall de Nova York, onde interpretou temas de sua autoria. A história continua e em 91 se apresentou no Estádio de Futebol Cerro Portenho de Assunción e foi convidado a participar do I Encontro Internacional de Solidariedade, na África e América Latina. Seu último trabalho é o disco “Tiernamente amigos”. (Assessoria FAS)